Vox Populi, vox Dei?

Depois de um feriado de Carnaval muito bem aproveitado, o Idéia Fix, ainda de pijamas e com o olho remelento, volta às atividades normais. Hoje eu quero falar sobre enquetes e probabilidade. Comecemos, pois, pela última.

A probabilidade nos diz qual a chance de um evento acontecer ou não. Contudo, ela pode falhar. Veja, por exemplo, em provas dissertativas de múltipla escolha. São 5 alternativas. Caso você elimine três delas, ainda te sobram duas. A probabilidade nos diz que a chances de acertar (e por tabela errar) são de 50% cada. Obviamente ela está errada, juá que todos sabemos que a chance de você escolher a alternativa errada é infinitamente maior. Coisa de atração mesmo.
Outro exemplo claro são as partidas de WAR. Se você atacar 1 mísero soldado inimigo com 4, 5 soldados, esse ser iluminado vai destruir todos os homens que você mandar. Pode apostar.

As enquetes, por sua vez, almejam ser um espelho da opinião pública. Faz-se uma pergunta, banal ou não, e nós, pobres mortais, cravamos nosso ponto de vista.

Certamente somos humanos, e como bons humanos, somos sacanas. A AMEArte de Manupular Enquetes – vasculha o Orkut à procura de questionários com opções bizarras ou que seriam engraçadas se ganhassem. Por exemplo:

Pergunta:  Você gostaria de pagar multa por sair da sua operadora?
Opção que deveria ganhar: Não, isso é um absurdo
Opção que VAI ganhar: Sim, eu adoraria!

Viram? Nada como algumas centenas de desocupados engraçadinhos para manipular uma enquete.
Mas e quando a enquete é influenciada pelo próprio criador? Pegaremos como exemplo o programa Fala que eu te Escuto. A pergunta era: “Em 2008, os famosos destacaram-se pelo talento ou pelos barracos?“. O pastor atendeu uns telefonemas e leu emails claramente partidários à opção “barraco”. Chamou, então, uma matéria de 6 minutos APENAS com barracos. Depois disso chamou o resultado parcial: 75 a 25 para… TALENTO!

O pastor fez cara de nádega (ou bunda, como preferirem), leu mais alguns emails, atendeu uns 2 telefonemas (tudo isso a favor do barraco) e voltou a passar mais uma matérias apenas com eles. Chamou mais uma parcial: 55 a 45 para “telento”. O pastor soltou um risinho e ironizou: “A diferença está diminuindo!” e, pra não perder o embalo, leu emails, atendeu telefonemas – pra variar partidários do barraco – e tascou mais 6 minutos com barracos (inclua aí a cantora etílico-pugilista Amy Winehouse).

Nessa altura do campeonato você já sacou o que aconteceu, não é? Pois bem… a enquete deu uma reviravolta e “Barraco” venceu “Talento” por uma margem considerável:  65% a 35%. O pastor trabalhou com tanto afinco que não seria justo o resultado ser outro, não é mesmo?

Se você reparar na barra de menu aí ao lado, verá que agora o Idéia Fix também faz enquetes. A enquete teste é uma pergunta que há muito tempo faz girar a cabeça do sábios e palpiteiros de plantão: Quem nasceu primeiro: O ovo ou a galinha?
Na minha opinião foi o ovo. Há registros que os dinossauros eram répteis, portanto botavam ovos. Daí podemos concluir que o ovo nasceu primeiro. A outra opção só vai ganhar se você não achar potencialmente perigoso chamar um Tiranossauro Rex de galinha. Na cara dele, de preferência.

Prometo pensar em enquetes mais inteligentes, ou pelo menos mais polêmicas. Prometo também não imitar o pastor do Fala que eu te Escuto.

Isso se a probabilidade jogar no meu time.

Em tempo: O resultado da enquete, no instante que escrevo esse texto, é de 50% tanto para ovo quanto pra galinha. Isso é que eu chamo de indecisão, hein?

One thought on “Vox Populi, vox Dei?

  1. Pingback: Ideia Fix pergunta (1) « Ideia Fix

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s