F1 2013: GP do Bahrein

Corrida animada, com passeio de Vettel e azar das Ferraris.

Na lagarda, tudo correu bem, sem incidentes. Rosberg conseguiu manter a ponta. Mas, o ritmo de corrida da Mercedes não é lá essas coisas e logo, o filho do seu Keke, foi ultrapassado por Vettel, que venceu a prova, e Alonso.

E foi com o Alonso! que veio o primeiro azar da Ferrari: A asa traseira, que ajuda nas ultrapassagens, não queria fechar mais. Boxe para o espanhol. A equipe teve que fechá-la no ‘tapão’ e o espanhol não pôde mais usa-la. Chegou em 8º.

Já Felipe Massa, que tentou uma estratégia diferente com os pneus, não teve muito o que comemorar: Perda de rendimento no carro, após um toque e um pneu furado. Chegou em 14º. Prova para ser esquecida em Maranello.

No meio do bolo, a coisa estava animada. Todo mundo passando todo mundo. Com destaque para Di Resta, em uma prova consistente, chegando em 4º. Outro grande destaque foi Sergio Prez com a Mclaren, que com sua astúcia, infernizou todo mundo inclusive o Button. O mexicano, com direito a jogar Alonso para fora da pista, terminou em 6º. Bela prova do menino do tio Slim.

A Lotus também foi muito bem. Com Raikkonen em 2º. Não parece, mas ele tá na briga pelo campeonato. E com Grosejan em 3º!

O Hamilton merece destaque por não acreditar no seu próprio taco. Ele teve que ser ‘carregado’ pelo engenheiro para chegar em 5º.

Confira como está o campeonato  

Próximo GP: Dia 12 de Maio, na Espanha.

 

F1 2012: GP Bahrein

Com muita expectativa fora dela, dentro da pista, o GP do Bahrein mostra que a F1 vai ser equilibrada.

Vettel: Assim como a Red Bull, voltou a demonstrar força. Depois de provas apagadas, inclusive com o alemãozinho abandonando na Malásia, parece que ambos acharam o rumo. Resultado? Vitória de Vettel. A quarta equipe diferente a ganhar em quatro corridas. Eles chegaram!

Equipe Lotus: O carro da corrida. Se deu bem no deserto, por isso incomodou bastante Vettel, a corrida inteira e tinha chances de vitória. Se o Kubica, estivesse ali, sei não.. Segundo lugar para o sempre alegre Raikkonen e terceiro para Grosjean, pelo menos, uma alegria na França.

Webber: Consistência absurda para o Canguru boy: Quatro corridas e quatro quartos lugares! Joga na Mega Sena?

Ferrari: Alonso continua tirando água de pedra no treino, mas na corrida sucumbiu ao carro. Sétimo Lugar para o espanhol. Já Massa conseguiu ser consistente e incomodar Alonso. Nono lugar e jogo de basquete: Primeiros dois pontos para o brasileiro.

Mercedes: Não foi nem sombra do que foi na China. Quinto lugar para Rosberg e décimo lugar para o Schumacher. O tio ganhou um pontinho. Perdeu o encanto, Ross?

Mclaren: Outra que não se achou no Bahrein. Oitavo lugar para Hamilton e uma “estacionada” nos boxes com o relógio Button.

Menção Honrosa: Paul Di Resta: Belo quinto lugar para o piloto da Force India com uma parada a menos que todo mundo. Para Deixar o primo Dário Franchitti feliz.

Decepções: Sauber e Williams: A primeira, fez uma prova muito abaixo do que vinha fazendo. A segunda, abandonou com Senna e Maldonado. Aguardemos cenas do próximos capítulos.

O campeonato: Vettel 53 pts; Hamilton 49 pts; Webber 48 pts; Button e Alonso 43 pts; Senna 14 pts; Massa 2 pts 

Próxima corrida: GP da Espanha, 13 de Maio.

Steve Crisp/Reuters

Ele voltou! Foto: Uol Esporte
PS: Sobre o extra pista: Eu sei que é duro, mas não esperem nada de humanitário do tio Bernie Eclestone. Ele lida com o dinheiro, o poder, e isso, basta para ele.

F1 2010: GP Bahrein

E começou a temporada 2010 da F1. Carros novos, pilotos novos e velhos voltando à ativa.

A temporada de 2010 não tem mais pit stops para reabastecimento então vai ser interessante ver a “guerra dos pneus” na pista.

A Ferrari mostra ser quase imbatível, pelo menos neste começo e a briga vai ficar entre Massa e Alonso.

A Red Bull tem um grande piloto, que é Vettel e em muitas corridas ele terá que ser melhor que o carro para chegar entre os primeiros, como aconteceu na corrida de hoje.

Já a MacLaren com os dois últimos campeões em seus cockpits, vai penar um pouquinho para chegar no nível do time de Maranello, neste start da temporada.

As “flechas de prata” da Mercedes parecem ter um carro sólido, mas mesmo assim, vão precisar e muito contar com a genialidade do reestreante Michael Schummacher.

Enquanto isso, as equipes novatas vão correr atrás de uma coisa,apenas: Quilometragem. Resultado? Só em condições muito especiais. Então sorte para Lotus, Hispania e Virgin porque o trabalho será duro.

É isso ai pessoal, mais uma temporada que tem tudo para ser empolgante se inicia  e você vai acompanhar toda ela de um modo especial, aqui, no seu IDÉIAFIX.

SEJAM BEM-VINDOS!

Resultado da prova:

1º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 49 voltas em 1h39min20s396
2º. Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 16s099
3º. Lewis Hamilton (ING/McLaren), a 23s182
4º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), a 38s713
5º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 40s263
6º. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 44s180
7º. Jenson Button (ING/McLaren), a 45s260
8º. Mark Webber (AUS/Red Bull), a 46s308
9º. Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India), a 53s089
10º. Rubens Barrichello (BRA/Williams), a 1min02s400
11º. Robert Kubica (POL/Renault), a 1min09s093
12º. Adrian Sutil (ALE/Force India), a 1min22s958
13º. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso), a 1min32s656
14º. Nico Hulkenberg (ALE/Williams), a 1 volta
15º. Heikki Kovalainen (FIN/Lotus), a 1 volta
16º. Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso), a 3 voltas
17º. Jarno Trulli (ITA/Lotus), a 3 voltas

Não completaram:

Pedro de la Rosa (ESP/Sauber), 30 voltas
Bruno Senna (BRA/Hispania), 18 voltas
Timo Glock (ALE/Virgin), 17 voltas
Vitaly Petrov (RUS/Renault), 14 voltas
Kamui Kobayashi (JAP/Sauber), 12 voltas
Lucas di Grassi (BRA/Virgin), 3 voltas
Karun Chandhok (IND/Hispania), 2 voltas

Próxima corrida: Dia 28 de Março na Austrália

(Pitaco do Frank: Dá dó acompanhar a saga de Bruno Senna e Lucas Di Grassi (que, aliás, fez uma bela largada.). Talvez fosse melhor dar uma carroça para guiarem, ao invés do lixo de carro que Hispania e Virgin disponibilizaram respectivamente. Não sei se andariam mais rápido, mas certamente o cavalo não quebraria em qualquer buraco. Tenhamos paciência com eles, assim como com Barrichello).