Ops! Não estamos mais aqui!

Esse blog está desativado. MAS ESPERE!!!!

Já que você chegou até aqui, não desperdice essa oportunidade de conhecer nossos textos. Tenho certeza que um, pelo menos um, vai te agradar. Se não agradar, eu devolvo seu clique, combinado?

Para isso, você vai acessar A FOLHA SECA, nosso novo espaço. Lá você encontra entrevistas inéditas, textos sobre esportes, atualidades, indicações de livros e filmes. O site está bonito, bem escrito e é o orgulho da mamãe.

Agradecemos sua visita nesses 6 anos e meio de Ideia Fix. Esperamos vocês n’A Folha Seca, cada vez maior e melhor!

granero

MÃE! O CAMINHÃO DA GRANERO CHEGOU!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

F1 2012

A temporada de 2012 começou com 7 vencedores diferentes em 7 corridas, algo inédito na história da categoria. Entretanto, terminou de forma nada criativa. Sebastian Vettel tornou-se o tricampeão mais jovem da categoria. Um fenômeno!

GP DO BRASIL: O GP do Brasil é uma prova mesmo imprevisível. Tão imprevisível quanto o tempo pelos lados da represa de Guarapiranga. Com a pista já ‘melada’ de chuva na largada, a Red Bull de Vettel ‘engasgou’ e ele perdeu segundos preciosos.

GP DOS ESTADOS UNIDOS: O forasteiro Hamilton laça a taça no Texas e joga decisão do campeonato para o Brasil. Vettel tem boa vantagem, mas Alonso e seu cavalho empinado ainda estão no páreo. Excelente estréia do circuito de Austin.

GP DE ABU DHABI: Sabe aquela corrida chata que eu previ semana passada? Esqueça. Esqueça por que a Red Bull pôs menos gasolina do que devia no carro de Vettel. Ele teve que largar em último.

GP DA ÍNDIA: E na terra da vaca, deu touro! Já vou avisando que o Vettel venceu de ponta a ponta. Mais um belo passo para o tricampeonato.

GP DA COREIA DO SUL: Num GP modorrento e sonolento, Vettel domina e conta com seu escudeiro Webber para usurpar a liderança do campeonato de Dom Alonso das Astúrias. Massa faz outro corridão e chega em quarto.

GP DO JAPÃO: Vettel vence e embola o campeonato, Massa aproveita o batidão e chega no pódio, mas é o mito Kobayashi quem faz a festa na terra do sol nascente.

GP DE CINGAPURA: Safety Car, disputas e toques. Esse foi o GP de Cingapura.

GP DA ITÁLIA: De ponta a ponta Hamilton vence Monza. Perez surpreende e é segundo. Alonso escala posições, conta com o abandono dos rivais e chega em terceiro. Massa “administra os pneus” e chega em quarto.

GP DA BÉLGICA: Após batida espetacular na largada, Button guia com maestria e prova que os problemas em casa terminaram.

GP DA HUNGRIA: Hamilton, vitória num GP de pit stops. Grande Prêmio da Hungria de Pit Stops. Porque F-1, que é bom, não houve (texto do jornalista Fábio Seixas).

GP DA ALEMANHA: Vettel respira, Button renasce e Alonso brilha de novo, na 22ª corrida pontuando. O líder é mais do que nunca, o espanhol.

GP DA INGLATERRA: E a chuva que prometia para molhar a corrida não veio. Então, a prova inglesa foi bem normal para a sua tradição. Vamos aos comentários.

GP DA EUROPA: Me permita quebrar o padrão dos textos da F1 que você vê por aqui. E se puder, esqueça por um momento o caráter desse cidadão, muitas vezes, discutível.

GP DO CANADÁ: Quando as luzes se apagaram, os bravos pilotos das bigas do terceiro milênio começaram sua batalha. Vettel manteve a ponta, com Hamilton e Alonso atrás. Pairava duvida: será Hamilton capaz de usurpar a dianteira e sagrar-se o sétimo vencedor diferente nessa temporada?

GP DE MÔNACO: E um novo record é estabelecido no principado: Em 63 anos de história de F1 é a primeira vez que 6 pilotos diferentes vencem as 6 primeiras provas. A corrida foi a procissão de sempre, mas, ‘melada’ pela garoa no final.

GP DA ESPANHA: Depois de 2/3 meia bomba, o GP da Espanha ganhou emoção. Pastor Maldonado venceu no dia do aniversário do chefe da equipe e recolou a Williams no lugar de onde nunca deveria ter saído.

GP DO BAHREIN: Com muita expectativa fora dela, dentro da pista, o GP do Bahrein mostra que a F1 vai ser equilibrada.

GP DA CHINA: E a Flecha de prata deu o ar da graça no GP da China, e não… não foi essa Flecha.

GP DA MALÁSIA: A chuva caiu, o Alonso ganhou, o Perez brilhou. A Formula 1 continua caminhando, na linha de uma temporada incrível. Com chili, macarrão e picolé.

GP DA AUSTRÁLIA: O Parque Alberto estava com céu alberto aberto, muito sol e animação para receber os pilotos da Fórmula 1. Finalmente chegou a hora de voltar a assistir os malucos pilotando banheiras de combustível, em busca de um troféu.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

F1 2011

Na temporada 2011 o menino prodígio mostrou as garras novamente. Sebastian Vettel levou o campeonato com MUITA vantagem e estabeleceu um novo paradigma: seriam os projetistas astronautas, digo, mágicos? 

GP DO BRASIL: Por mais superior que o carro da Red Bull pareça e seja, temos também que creditar o destruidor campeonato de Vettel à incompetência das outras equipes.

GP DOS EMIRADOS ÁRABES UNIDOS: Abu Dhabi poderia ser o nome completo do macaco amigo do Aladdin, mas é apenas mais um circuito no qual os pilotos mais famosos do planeta tentariam acabar com o paradigma de correr atrás do Vettel a temporada toda.

GP DA ÍNDIA: E a cada vez mais globalizada F1 chegou a milenar Índia. O circuito tem um traçado bem bacana, mas a sujeira vinda das obras inacabadas acabou atrapalhando a corrida.

GP DA COREIA DO SUL: Com o campeonato decidido e a taça nas mãos de Sebastian Vettel, não parece muito normal acordar (ou não dormir) para ver uma corrida com largada as 4 da manhã. Mas assim são os apaixonados por F1.

GP DO JAPÃO: O inevitável era questão de tempo. Sebastian Vettel trucidou o campeonato, não tomou conhecimento dos oponentes e, com toda a justiça, é campeão mundial mais uma vez. Número 1!

GP DE SINGAPURA: Corrida chata. Pilotos pouco inspirados. Ultrapassagens minguadas e burocráticas. Um sonolento Grande Prêmio, à luz dos refletores…

GP DA ITÁLIA: Velocidade. Essa é a principal característica de Monza. E foi essa velocidade que Alonso mostrou na largada saindo de quarto para a ponta com Vettel em segundo.

GP DA BÉLGICA: Spa… Circuito das antigas, curvas de altas e bons pontos de ultrapassagem. Diferente do treino, a chuva não veio, houve ultrapassagens, mas a corrida ficou abaixo do esperado.

GP DA HUNGRIA: Em corrida “melada,” Button vence na estratégia. O GP da Hungria é normalmente chato. Sorte que dessa vez teve chuva para dar mais emoção. Não foi um temporal, mas o suficiente para Hamilton pular na frente de Vettel já na largada e Button também tomar a segunda posição do alemão.

GP DA ALEMANHA: Com Hamilton reencontrando a técnica e Vettel administrando sua dificuldade, o campeonato caminha para a definição. Mas as coisas poderiam ser diferentes…

GP DA INGLATERRA: E o histórico circuito de Silverstone viu uma boa corrida, mas um pouco abaixo da tradição do GP inglês.

GP DA EUROPA: E lá se foi mais um GP. Na bela Valência foi realizado o GP da Europa. Vou seguir o método de analisar só os 5 primeiros por que a corrida foi sem graça, perto das outras.

GP DO CANADÁ: Vamos tentar ser objetivos: Button venceu, Kobayashi foi sétimo e Schummacher terminou em quarto. Hummm… não. Não ficou bom. Ser objetivo nem de longe demonstra o que foi esse GP. Vamos então dividir por pilotos. Isso talvez ajude a organizar o que foram, de verdade, as 4 horas do GP do Canadá. O quê? Eu não mencionei que o GP durou tanto tempo?

GP DE MÔNACO: Ultrapassagens e batidas. Coisas que talvez, eu nunca tenha visto no principado, aconteceram hoje.

GP DA ESPANHANo treino classificatório havia chances da coisa ser diferente com Webber largando na pole e Vettel em segundo. Havia…

GP DA TURQUIA: No primeiro Grande Prêmio em horário humanamente decente, ninguém em nossa gigantesca redação de duas pessoas pôde acompanhar. Isso, no entanto, não significa que não teremos o relato histórico sagrado.

GP DA CHINA: Ao contrário do que eu havia previsto no ano passado, estamos juntos em mais uma madrugada, para acompanhar as emoções (ou não) de mais um Grande Prêmio da China.

GP DA MALÁSIA: Corrida na Malásia sempre tem um mesmo drama antes mesmo das luzes apagarem e os carros começarem a se degladiar na pista. A chuva vem ou não vem? Quando ela chega? Quantas paradas nos boxes serão necessárias? Guerra psicológica e de recursos.

GP DA AUSTRÁLIA: Agora são 2h59 da manhã do dia 27 de março 2011. Isso significa que, muito além do sono, estaremos juntos em mais uma temporada da Fórmula 1.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

F1 2010

Na temporada 2010 o menino prodígio mostrou as garras. Sebastian Vettel levou seu primeiro campeonato, o mais jovem piloto a conquistar tal feito. Nascia uma nova era?

O ABC DA TEMPORADA: De A a Z, a melhor retrospectiva que você poderá encontrar. Essa é para guardar para a posteridade. Sem mais.

GP DOS EMIRADOS ÁRABES UNIDOS: Uma temporada marcada por um título decidido na última corrida. Marcada pelo jogo de equipe da Ferrari – quando não poderia – e o NÃO jogo de equipe da Red Bull – quando também não poderia, mas ninguém reclamaria.

GP DO BRASILOs Rubro-Taurinos tem um problemão para resolver. Vettel e Webber tem chances parecidas, mas não iguais. O alemão já provou que na hora que o bicho pega ele arrega.

GP DA COREIA DO SUL: O que é mais importante para a Fórmula 1: o espetáculo das ultrapassagens e o esporte em si ou a grana que entra das cidades e dos patrocinadores? Bernie claramente opta pela segunda opção. Lamentável.

GP DO JAPÃOA Red Bull fez o que se esperava: pole, primeira fila no grid e vitória com dobradinha na prova. Sebastian Vettel não cometeu erros e venceu, quase de ponta a ponta (texto do jornalista Téo José).

GP DE CINGAPURA: GP de Cingapura. Prova de tão triste lembrança para os brasileiros e para o mundo da F1.

GP DA ITALIA: A escuderia italiana, Ferrari, acabou não sendo punida administrativamente pelo jogo de equipe no GP da Alemanha . A comissão era compostas por ao menos 1 ex-membro graúdo de Maranello.  Em casa, fez seu piloto espanhol Fernandinho Alonso largar na pole position, com o brasileiro Felipe Massa em terceiro. Quem disse que o Dia da Pizza já aconteceu?

GP DA BÉLGICA: Campeonato aberto. Hamilton, o melhor piloto, contra Webber – com o melhor carro. Façam suas apostas (texto do jornalista Téo José).

GP DA HUNGRIA: O anel húngaro não permite muitas ultrapassagens“. De fato, todos os mais tarimbados comentaristas previam que a corrida desse Domingo se decidiria na primeira curva. Pobres mortais…

GP DA ALEMANHA: Hoje quem larga na frente é Vettel. A diferença no P3 foi de 2 milésimos. Um nada suficiente pra botar o alemão na frente de Alonso. Massa apareceu como grata surpresa em terceiro.

GP DA INGLATERRA: Hoje era dia de Webber, Hamilton e Rosberg. E um tal de Michael Shummacher na retaguarda…

GP DA EUROPA: Uma bela marina, belas mulheres, sol, piscina e circuito de rua. É Mônaco? Não, é Valência, local do GP de hoje.

GP DO CANADA: Rolou a bola para os 90 minutos da estréia da… epa, espera aí. Esse texto não tem o som das vuvuzelas, mas sim o bom e velho motor roncador. A Copa do Mundo fica pra depois. Vamos falar do Grande Prêmio do Canadá, que acabou servindo de show do intervalo de luxo entre um jogo e outro. E que show do intervalo amigo!

GP DA TURQUIA: A Red Bull largando em primeiro com Webber e em terceiro com Vettel teve mais trabalho do que nos dois últimos GPs.

GP DE MÔNACO: GP de Mônaco. Aquilo de sempre, ou seja, uma procissão charmosa. Ninguém passa ninguém.

GP DA ESPANHA: Um ensolarado Domingo das Mães raiou no céu do circuito de Montmeló. 200 mil pessoas compareceram no fim de semana para ver o espanhol das Astúrias, Fernando Alonso, correr com a Ferrari e assim juntar duas paixões.

GP DA CHINA: Uma corrida maluca como o velho desenho animado. Assim pode ser definido o GP da China.

GP DA MALÁSIA: A corrida desta madrugada não foi tão emocionante como na Austrália, mas também nem tão chata como no Bahrein.

GP DA AUSTRÁLIA: Se você, ficou acordado na madrugada (como eu) com certeza viu uma das melhores corridas de F1 dos últimos tempos.

GP DO BAHREIN: E começou a temporada 2010 da F1. Carros novos, pilotos novos e velhos voltando à ativa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

F1 2009

Em 2009 esse humilde blog iniciou a tradição de fazer um texto ao final de cada corrida de Fórmula 1, com a análise do que de melhor aconteceu nos circuitos pelo mundo.

Nessa temporada, marcada por um grave acidente com Felipe Massa (uma mola soltou-se do carro de Barrichello e acertou a testa do brasileiro) e pelo acidente proposital de Nelsinho Piquet, Jenson Button sagrou-se campeão.

GP DE ABU DHABI: E o circo da F1 chegou ao seu final em 2009. E não foi exatamente em uma corrida, mas sim, em uma  procissão. O circuito é muito bonito, mas para correr, a história é outra.

GP DO BRASIL: Jason Button foi iluminado por forças divinas e ganhou o Campeonato Mundial de 2009. Interlagos se transformou no circuito do improvável.

GP DO JAPÃO: Button teve sorte de campeão. Herdou 2 posições depois da trapalhada de Sutil e Kovalainen. Os dois pilotos brigavam por posição e suas rodas chegaram perto demais em uma curva. O resultado foi uma rodada pra fora da pista e caminho livre para o inglês.

GP DE CINGAPURA: Lewis Hamilton da Mclaren passeou e venceu com facilidade a prova. Em segundo, chegou um surpreendente Timo Glock com sua Toyota e cruzou a linha em terceiro, o bicampeão Fernando Alonso e sua ”suja” Renault.

GP DA ITÁLIA: O vinho e o macarrão, a pizza e a moda, tudo isso parecer ter inspirado Ross Brawn e seus comandados para criar uma tática perfeita, ou que pelo menos se fez perfeita dentro do circuito de Monza.

GP DA BÉLGICA: E o GP da Bélgica foi cheio de surpresas, aliás, como sempre acontece em Spa.

GP DA EUROPA:  Os mesmos que riram de Barrichello, hoje comemoram com ele. Hoje sim o brasileiro venceu. A 100ª vitória verde-amarela nesse circo que é a F1. E uma vitória sem contestação.

GP DA HUNGRIA: Acho que pouco importa o resultado final do GP da Hungria com Hamilton em primeiro (voltando a vencer, após 11 etapas de jejum), Raikkonen em segundo (bom ver McLaren e Ferrari de volta na frente) e Webber em terceiro (olha a Red Bull ganhando Asas).

GP DA INGLATERRA: E o alemão passeou em Silverstone. Não.. não… Schumacher não voltou a pilotar. Foi Sebastian Vettel que venceu a corrida de ponta a ponta, em um GP chato.

GPs DE MÔNACO E DA TURQUIA: Adivinhem quem venceu em Mônaco?? Dou um doce… sim.. foi ele: Jenson Button! Já  na Turquia, deu Button de novo (grande novidade) após largar em segundo e aproveitar erro de Sebastian Vettel que largou na pole.

GP DA ESPANHA: Acho que o GP da Espanha foi nervoso… principalmente para os torcedores brasileiros.

GP DO BAHREINJenson Button deixou os outros comendo areia e conquistou sua terceira vitória em quatro provas no ano. Grande corrida do piloto inglês da Brawn GP, novamente.

GP DA CHINAO tradicional texto da F1, não poderia faltar, até porque a RBR, graças ao alemão bom de braço – e que não é o Schummacher – ganhou asas e voou até o lugar mais lato do pódio.

GP DA MALÁSIA: O que é preciso para fazer um GP de Fórmula 1? A resposta passa pelo óbvio, como carros, combustível, MUITA grana, público, asfalto decente e chega até o mais sutil dos detalhes: respeitar o local da prova.

GP DA AUSTRÁLIA: E a Brawn, antiga Honda (que até um mês atrás não existia) fez história. Fez com Jenson Button, ao vencer de ponta a ponta sem problemas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

F1 2013

Aqui você acessar o relato de todas as corridas da temporada de maneira rápida e dinâmica. Quer lembrar como foi o GP da Austrália ou da Malásia? É só clicar nos links!

GP DA AUSTRÁLIA: Em uma corrida muito estratégica e pouco emocionante, Raikkonen vence e surpreende. Alonso aproveita tática da Ferrari e chega em segundo. E a McLaren? Foi realmente ela quem saiu dos boxes hoje? A temporada só está começando!.

GP DA MALÁSIA: Em uma prova divertida, Vettel desobedece orientação da equipe, arrisca ultrapassagem e ganha a prova com a faca entre os dentes. Climão maneiro instala-se na Red Bull. Irão restaurar a paz em três semanas?

GP DA CHINA: Na prova, os pneus foram determinantes. E Alonso, voltou a ser Alonso.

GP DO BAHREINCorrida animada com passeio de Vettel e a Ferrari… vermelha.. de raiva.

GP DA ESPANHA: Alonso foi uma mãe para os espanhóis e deixou as crianças felizes!

GP DE MÔNACO: Até que a corrida foi bem animada. Teve até outro pássaro ninja!

GP DO CANADÁ: Em um GP de Fórmula Meio, o Muro dos Campeões não fez vítimas, Vettel ganhou com muita facilidade e Alonso mostrou mais uma vez o gênio que é. Massa termina em 8º, em uma boa corrida de recuperação.

GP DA GRÃ-BRETANHA: Um estouro de prova!

GP DA ALEMANHA: Pneu voador, carro que anda sozinho de ré e a vitória de Vettel. Um GP que seria incrivelmente chatinho se não fossem as bizarrices e as últimas 10 voltas.

GP DA HUNGRIA: Olha a Mercedes ai!

GP DA BÉLGICA: Não foram tantas novidades assim…

GP DA ITÁLIA: Apesar do bom traçado, a prova foi bem modorrenta.

GP DE CINGAPURA: Nos embalos da noite sonolenta de Singapura, Vettel deu um passeio rumo ao tetra, as usual, enquanto Alonso e Räikkönen escalaram o grid para completar o pódio.

GP DA COREIA DO SUL:  Pegou fogo, literalmente!

GP DO JAPÃO: a festa, só foi adiada.

GP DA ÍNDIA: É tetra!

GP DOS EMIRADOS ÁRABES: Quem para Vettel?

GP DOS ESTADOS UNIDOS: 17 NOVEMBRO

GP DO BRASIL: 24 NOVEMBRO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Teleton 2009

Teleton 2009

HISTÓRICO DE TEXTOS:

SOBRE A AACD

A AACD, Associação de Assistência à Criança Deficiente, é uma instituição sem fins lucrativos, cuja missão é “Promover a prevenção, habilitação e reabilitação de pessoasportadoras de deficiência física, especialmente de crianças, adolescentes e jovens, favorecendo a integração social“. Realiza mais de 6.000 atendimentos por dia em suas nove unidades espalhadas pelo Brasil.

Unidades: AACD Ibirapuera (SP), AACD Mooca (SP), AACD Osasco (SP), AACD São José do Rio Preto (SP), AACD Pernambuco, AACD Minas Gerais, AACD Rio Grande do Sul, AACD Rio de Janeiro e AACD Santa Catarina.

SOBRE O TELETON

Criado há 44 anos, nos Estados Unidos, pelo ator Jerry Lewis, o Teleton está presente atualmente em mais de 20 países, e visa arrecadar recursos para a causa dos deficientes físicos. No Brasil o Teleton é desenvolvido, desde 1998, com o objetivo de levantar recursos para o tratamento e reabilitação de deficientes físicos atendidos nas unidades da AACD. Desde então, a AACD e o Teleton vêm alcançando números impressionantes. Em 11 anos de história, o evento já possibilitou a construção de sete novos Centros de Reabilitação e a ampliação de outros dois já existentes. Para alcançar estes resultados, o Teleton congrega uma gigantesca estrutura física e conta com uma verdadeira “força-tarefa” de voluntários, funcionários, parceiros e patrocinadores empenhados e integralmente dedicados durante as mais de 24 horas de programação.

O Teleton também é acompanhado por diversos veículos de comunicação, incluindo emissoras de rádio, revistas, jornais e internet, formando a Rede da Amizade. Por conta de todo esse apoio, a primeira campanha alcançou seu objetivo: ter duração de 24 horas ininterruptas em rede nacional de televisão. O evento é único em sua categoria, que busca conscientizar a população a respeito das diversas possibilidades existentes para a inclusão social do deficiente físico.

Em suas 11 edições anteriores, a mobilização registrou aumento significativo na média de arrecadação em cada ano, o que mostra a crescente receptividade e adesão à Campanha pela sociedade brasileira.

QUANDO:
23 e 24 de Outubro. Mais de 28 horas no ar

PARA ACOMPANHAR A TRANSMISSÃO:

  • Através da Categoria Teleton, na qual todos os posts serão agrupados.
  • Ao vivo, no SBT

NOSSA PARTICIPAÇÃO:

Frank entrará no ar a partir das 6:30 da manhã do dia 24 de outubro. Deixará o posto por volta das 9 da manhã do dia 24 de outubro
Carlão entrará no ar a parti das 9 da manhã e deixará a bancada por volta das 13h.

QUEM ESTARÁ NA BANCADA?

  • PRIMEIRO TURNO – das 22h de sexta-feira às 2h do sábado
  • SEGUNDO TURNO – 6h30 às 9h
  • TERCEIRO TURNO – 9h às 13h
  • QUARTO TURNO – 13h às 17h
  • QUINTO TURNO – 17h às 20h
  • SEXTO TURNO – 20h às 22h
  • SÉTIMO TURNO – 22h à 1h

COMO COLABORAR COM A AACD

Por telefone:
para doar R$ 5, ligue para 0500-12345-05
para doar R$ 10, ligue para 0500-12345-10
para doar R$ 30 ou mais, ligue para 0800-775-2009.

Pela internet: pelo site http://www.teleton.org.br.

Quem doar R$ 60 ganha um dos bonecos que representam as crianças da AACD. Quem doar mais de R$ 100 leva os dois brinquedos

APRESENTAÇÃO:

É com a adrenalina e a emoção escorrendo pelas pontas dos dedos que tenho o prazer, a honra e a responsabilidade de anunciar que no dia 24 de Outubro, eu, Frank, criador e mantenedor desse blog e o Carlão,  grande parceiro não apenas de texto, estaremos ao vivo, direto do Centro de Televisão da Anhanguera – popularmente conhecido como SBT – participando ao vivo da cobertura do Teleton 2009.

Não, o nobre leitor não está precisando visitar o oculista e nem a nobre leitora precisa consultar o psicanalista novamente nessa semana. É verdade. Faremos nossa primeira cobertura num evento nacional, e para uma causa tão nobre quanto a da AACD. Estaremos no palco, escrevendo aqui no blog e em nossos Twitters (através da hastag #teleton) tudo o que vocês sempre quiseram saber dos bastidores de uma transmissão ao vivo, mas nunca tiveram a quem recorrer.

Os horários definidos pelo SBT já nos foram passados. Eu ficarei na bancada das 5 da manhã as 9 da manhã. O Carlão entrará a seguir, das 9 as 13h. Conto com a audiência e a participação de todos aqueles que visitam o Ideia Fix para ler os textos especiais aqui do blog e, é claro, fazer sua doação para a AACD. Em breve farei mais textos falando sobre a entidade, o Teleton e tudo aquilo que envolverá o vôo mais longo que esse blog já alçou.

Não se esqueça: a transmissão começa dia 23 de outubro, a noite, percorre a madrugada e abre a manhã de sábado comigo e mais outros blogueiros até as 9 da manhã. Depois, o Carlão assume o comando da transmissão e leva você manhã a dentro, até a 13h.

A meta dessa 12ª edição é arrecadar 19 milhões de reais. Somos ousados. Para alcançar o feito, serão mais de 28 horas no ar, um trabalho hercúleo, e portanto, só há uma coisa a dizer: Depende de nós

TELETON 2009: EU TAMBÉM ME MOVO.

Logo  Teleton 2009

Um comentário sobre “Teleton 2009

  1. Pingback: Despachos de Sábado « Ideia Fix

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s