Revelando a Arca de Noé – parte 1

– Nota importante –

Post inspirado em programas como Revelando o Código da Vinci, só que com uma diferença: O que eu conto aqui é verdade.. e contarei em 3 partes, para não ficar entediante…

– Fim da nota importante –

Se você achava que a história de um homem que constrói uma arca gigante, coloca animais e plantas lá dentro e escapa de um dilúvio que dizimou a vida na Terra, referia-se somente a Noé, você esta errado…muito errado.

A história da Arca de Noé é uma das mais manjadas da humanidade. Pra você ter uma idéia, há registros de histórias semelhantes em todas as civilizações mesopotâmicas, ameríndias (bonita palavra) e em comunidades do Pacífico

Mas vamos por partes como diria Jack, o estripador (na verdade ele não diria.. já sairia matando mesmo… mas isso é outra história) .

A mitologia grega conta que Prometeu tinha lá seus contados com os deuses e, assim como um paparazzi, descobriu as intenções de Zeus de enviar um dilúvio à Terra para simplesmente aniquilar com tudo e todos. Avisou seu filho, Deucalião (quem em sã consciência daria o nome ao filho de Deucalião?) que construiu uma arca (!). O dilúvio durou 9 dias (e não 40, como na Bíblia).

Como era esperado, todo mundo morreu afogado… menos Deucalião e Pirra, sua mulher (que criatividade pra nome!). Vendo a Terra vazia consultaram os oráculos para saber o que raios fariam. Aí vem a parte cômica e alquimista da história.

O oráculo ordenou que eles jogassem os ossos da mãe para trás (Que oráculo mais estranho…). Mas eles entenderam que o oráculo se referia à pedras e não ossos (tem que ter uma palavra em grego que explique a confusão…) e tacaram algumas pedras por cima dos ombros, que magicamente se transformaram em pessoas! A partir dessa mágica com as pedras, os novos habitantes da Terra foram criados…

Com0 vocês puderam ver, a Bíblia não é a única a contar a história do grande dilúvio… Mas a mitologia grega ( que cá entre nós adorava botar a culpa nos deuses pelas merdas besterias que eles mesmos faziam) ainda é recente, se comparado à história do próximo capítulo…

No próximo capítulo…

“Tomei comigo tudo o que tinha, toda a colheita da minha vida…
carreguei no navio; a família e todos os parentes,
os animais do campo, o gado dos prados, e gente de ofício,
tudo embarquei.
Entrei no navio e fechei a porta…”

De quem serão essas palavras? Quem será o próximo Noé? De que época será essa versão?
As respostas para essas e outras perguntas, você verá aqui no Idéia Fix. Não Perca!

5 pensamentos sobre “Revelando a Arca de Noé – parte 1

  1. Quanto ódio nesse coração, seu Adilson…

    Infelizmente não posso me consultar com Prometeu… Freud ficaria magoado…

    Mas obrigado pela sua crítica construtiva e continue acompanhando o blog…

    Amplexos,

    Frank

  2. Boa tarde, Frank.

    Com todo o respeito que se deve ter por qualquer pessoa e respectivos pontos de vista a respeito de determinados assuntos, permito-me aconselhá-lo a ler a Bíblia Sagrada, especialmente os capítulos 6 a 8 do livro do Gênesis. Lá encontrará melhores esclarecimentos sobre o dilúvio. Jesus te ama !

  3. Obrigado pelo conselho de leitura.

    Mas, para facilitar o meu entendimento, em que parte cometi algum engano em relação à Noé? Até onde eu sei, não falei besteira…

    Continue acompanhando o blog
    Shalon

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s