João Carlos Martins – alguém que você devia conhecer

No post abaixo eu reclamei que estava sem algo inteligente para postar… well.. como quem fica parado é poste e quem faz a hora não espera acontecer, fui atras de algo para colocar aqui neste blog, já que ele andou alguns dias de repouso, devido a minha mudança de casa.

Assistindo ao Arena SporTv, conheci uma das figura mais, com o perdão da palavra, fodas que já vi. O nome dele é João Carlos Martins.

200px-joao_carlos_martins.jpg
Ei-lo aqui

Para você pode soar completamente estranho. Pra mim também soou. Mas quem entende de música clássica reverencia essa figura. E quem não entende (assim como eu) deveria. Eis o porquê:

Martins foi considerado o melhor interprete de Bach do mundo. Para vocês terem uma idéia do que isso se significa, ele gravou com perfeição, toda a obra de Bach para teclado, sem usar partitura. Ou seja, segundo ele mesmo, se começasse a tocar toda a obra na segunda a tarde, e tocasse ininterruptamente, ainda estaria tocando na quarta a noite.

Pausa para um ooooooohhh coletivo

Os feitos de João Carlos Martins não param por aí.

Sua carreira começou como pianista. “Seus primeiros concertos trouxeram a atenção de toda a crítica musical brasileira. Aos dezoito anos foi escolhido no Festival Casals, dentre inúmeros candidatos das três Américas para dar o Recital Prêmio em Washington. Aos vinte anos estreou no Carnegie Hall, patrocinado por Eleanor Roosevelt. Tocou com as maiores orquestras norte-americanas e gravou a obra completa de Bach para piano. Foi ele quem inaugurou o Glenn Gould Memorial em Toronto. (Wikipédia)”. Isso só para começar…

Mas, como nem tudo na vida são flores, rompeu um nervo quando jogava futebol com seu time de coração, a Lusa. A partir daí, um vai e vem de lesões (entre elas a LER, e uma pancada na cabeça) o fizeram perder os movimentos das mãos e abandonar a carreira várias vezes. Mas paixão é paixão. Voltou e com apenas 4 ou dedos, gravou um CD. (nota do blogueiro: Eu ouvi uma música desse CD e confesso que se ele não tivesse falado que gravou aquilo com apenas 4 dedos, eu podia jurar que tinha sido com os 10 dedos,).

Não acredita? Veja você mesmo:

Mas as lesões continuaram e ele resolveu que não abandonaria a música. Virou regente.

Para variar, obteve muito sucesso, regendo as principais orquestras do mundo. Só para citar uma delas, a English Chamber Orchestra, uma das maiores orquestras de câmara do mundo.

Perdendo cada vez mais os movimentos da mão, não conseguia segurar a batuta. Não desistiu (me lembrou muito a história do Joseph Kliber) e decorou, nota por nota as partituras, podendo assim reger.

Tirando todos esses feitos, o cara é muito engraçado e entende de futebol. Aliás, em uma das fases ruins de sua vida, foi treinador de boxe. Além de tudo é polivalente.

Hoje em dia, faz palestras sobre temas empresariais, tem programas na rádio Cultura e nas horas vagas, rege e toca piano.

Ainda vou escrever um texto sobre por que os brasileiros não dão o devido valor aos ídolos. E o pior, dão valor ao que não merece.

Eu sou fã desse mestre. MESTRE.

Quer saber mais sobre João Carlos Martins? Acesse:

Site Oficial do Maestro
Biografia by Wikiédia
ATENÇÃO: Link altamente recomendado:
Breve biografia em v
ídeo (navegue também pela barra de vídeos ralacionados)

8 pensamentos sobre “João Carlos Martins – alguém que você devia conhecer

  1. Olá Frank,
    Muito bom o seu post sobre o Maestro João Carlos Martins. Concordo com você em todos os aspectos citados. Nós brasileiros deveríamos, sim, aprender dar valor às pessoas certas.
    Pensando nisso que um grupo de voluntários criou um fotoblog totalmente dedicado ao maestro, onde as imagens são enviadas pelos admiradores e às vezes tiradas pelos voluntários nos concertos.
    Ficaríamos muito honrados com sua visita. Se gostar deixe-nos um comentário.

    Parabéns pela iniciativa do post.

    Abraços.

    O endereço do fotoblog é: http://amusicavenceu.fotoblog.uol.com.br

  2. Olá
    Fiquei imensamente feliz ao chegar em casa e ao ligar a tv no canal da cultura e tive a grata surpresa de assistir uma entrevista com o maestro.Temos poucas figuras brasileiras atualmente, das quais devemos nos orgulhar e com certeza João Carlos Martins é a maior delas. Ele é “O Cara”.

  3. Esse grande pianista/ maestro regeo a musica da vida dele com uma sinfonia maravilhosa de um explendor que somente Deus desenha.
    Tenho um filho que completara 9 anos no dia 29 e ele aprende piano desde os 8. E coneceu o João por Tv e o aplaudio depois de ve-lo tocar. Meu filho é um vencedor nasceu com má formação congenita nos 2 olhos ia ter apenas 20 ou menos por cento da visão.. Eu corri atras de tudo o que pude neste brasil e atraves de Deus meu filho hoje enxerga 100%, com os oculos com 9 graus e 8,75 graus.
    No dia que ele viu o J Carlos pela primeira vez ele me disse mae ele é igual a mim um VENCEDOR… E eu vou tocar igual a ele né mae num piano de calda… eu disse amem .. com meus olhos obvio sem saber onde colocar mais lagrimas…. A vida tem de ser vivida intensamente… um bjo

  4. Ao assistir uma parte do Programa “1000” Domingão do Faustão, tive a feliz surpresa de ver que o maestro vem, cada vez mais, sendo um vencedor da sua (suposta) própria derrota. Isto é muito difícil e extremamente valoroso. Fez-me lembrar dos maravilhosos conselhos “dos que lutam por toda a vida = estes são Imprescindíveis” e “para que ocorram superação e sucesso, é necessário se manter mirando a Estrela Distante”… Que coisa espetacular e súper injeção de ânimo para seguirmos lutando, acreditando e fazendo acontecer. Que Deus sempre te cubra de bênçãos, João Carlos, te dando força, garra e muita vida. Grata pelo exemplo. Ah – e êxito total lá em NY. Beijão, Carla Schuch

  5. Estudo piano desde os sete anos, embora hoje, com quase setenta e dois, seja apenas uma diletante. E este atrevido toca, com um dedo, melhor – mil vezes à potência mil – que eu com meus dedos intactos e burros. É por estas coisas que amo e reverencio João Carlos Martins, o fiel paladino da Música, pessoa do melhor calibre que Deus pôs na terra.
    O Criador, quando o fez, imaginou um filme; Duro de Parar.
    A determinação que o move, a força e energia para superação física de graves problemas só podem vir do Alto. Vamos dizer sem pejo: J C Martins é o Escolhido, o Amado. Felizes somos nós em testemunharmos sua vitória sobre a adversidade

  6. Música é vida.
    Quer exemplo maior do que isso para a vida de João Calos Martins?
    A música nos faz deuses com sua força, sua máxima essência.

    Oxalá todos pudessem saborear dessa arte como ela merece, acontece e existe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s