Domínio Público: baixando cultura de graça

O Brasil não está perdido. Apesar de todas as minhas críticas e certos governantes gastarem dinheiro para colocar Wi-Fi na praia, enquanto os hospitais estocam lixo hospitalar no corredor,  o Brasil tem futuro, se iniciativas como a que eu vou mostrar abaixo forem continuadas e ampliadas.

Continuando a busca por produtos a custo zero descobri que o Governo Federal mantém um  site chamado Domínio Público. O nome é auto explicativo. Todas as obras,  ou pelo menos a maioria delas, disponíveis em domínio público, você pode baixar nesse site. Lá, você encontra desde obras de Machado de Assis à pinturas de Leonardo da Vinci. Tudo, obviamente de graça.

Mas, pelo que eu andei lendo, o site está em vias de ser excluído, já que não tem um número de acessos suficientes para se justificar a sua permanência. Tá certo que o número já foi bem menor (60.000) visitas e hoje chega a 300.000. Mas mesmo assim é pouco.

É inacreditável e inaceitável ( e mais muitas outras coisas que terminam com “ável”)  que um site com esse tipo de material simplesmente se perca no espaço cibernético. Ora… é só acessar o Domínio Público e procurar a obra desejada. De lá eu já baixei vários hinos (fase patriótica em 7 de setembro). Agora estou baixando a “Divína Comédia”,  em português.

O acervo é riquíssimo. Há E-books em várias línguas sobre diversos assuntos. De Direito à Engenharia Aeroespacial. De Farmácia à Teses e Dissertações.  Isso só na área de livros. Posso citar os áudios (música erudita, Jazz, militar, natalina, Blues) e as imagens (mapas, pinturas, fotos de satélite). Até área de vídeos tem!

Bom. A dica está dada e o site no favoritos. Conte aí nos comentários o que você baixou do site do governo. E você que achava que de lá só se baixava o programa do Imposto de Renda!

4 pensamentos sobre “Domínio Público: baixando cultura de graça

  1. Esse país tem mesmo muitas contradições. O ‘domínio público’, por exemplo, está ameaçado de ser desativado porque os acessos são ínfimos. Então, critica-se o governo, mas, no pouco que o Estado ainda faz, nós acabamos não aproveitando. Vai ver que o problema do wi-fi na praia será também o desuso. Vai entender! Mas valeu pela dica. É bom que mais pessoas saibam sobre isso. Quem sabe assim consegue-se evitar a desativação.

    Um abraço!

  2. Pra ser sincero, Frank, depois do primeiro ano do site já existia esse boato circulando na WEB. E olha que o DP foi lançado em 2005…

    Se olhares as estatísticas do site, verás que o número de acessos só cresce cada dia mais. Então não creio que iria acabar assim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s