O incrível caso do BEBÊbado

Bebê nasce bêbado

Uma mulher polaca entrou em trabalho de parto em um bar sendo levada com urgência para um hospital próximo. A mãe de 38 anos de idade, tinha um nível de 1,2 gramas por litro, no momento de dar à luz, que só pode ser atingido por um ser humano normal após beber o equivalente a uma garrafa de vinho ou dois litros de cerveja.

Como resultado, o recém-nascido teve um nível de alcoolemia de 2,9 gramas por litro. Na Polônia o nível máximo permitido para um motorista é de 0,2 gramas por litro. A mãe poderá enfrentar acusações criminosas e pegar até uns 5 anos de prisão depois de ter posto em perigo a vida de seu filho. Segundo os médicos isso pode acarretar graves problemas à criança ao longo de seu desenvolvimento.

Por mais absurdo que pareça, essa notícia é real… Mas eu gostaria de chamar atenção para uma parte em específico do caso. Segundo os médicos, a criança pode ter graves problemas ao logo do seu desenvolvimento. Estaria ele se referindo ao alcoolismo? Será uma cena um tanto quanto curiosa quando o jovem polaco for à uma reunião dos A.A. (qual é a sigla, em polaco para Alcoólicios Anônimos?) e for perguntado quantos anos tem e há quantos anos bebe. Pouca gente vai acreditar que a resposta será a mesma para ambas as perguntas…
Para vocês terem uma idéia do quão manguaçada estava a criança, o volume de álcool no sangue (ou seria sangue no álcool?) ultrapassava quase 15 vezes o máximo permitido para um motorista (ainda não foram testados níveis seguros para recém nascidos)

Agora vamos falar um pouco da mãe. O que leva um ser humano (?) a transformar a própria placenta em Open Bar poucas horas antes de dar a luz ao seu rebento? Tudo bem que “quem não aguenta álcool bebe leite”, entretanto, a relapsa se esqueceu que no caso da criança, é justamente o que se deve tomar. Se possível por mais de 2 anos…
Se a mãe fosse adolescente, até daria pra entender. Quando se é jovem, bebe-se para esquecer o que de ruim acontece (é melhor deixar explícito que esse NÃO é o meu caso).

Onde estaria Homer Simpson o pai nessas horas? Pois é amigos… Estrutura familiar é fundamental. E a estrutura dessa família está apoiada em fortes bases… de garrafas long neck.

Para variar, surgiram comentários engraçadinhos… escolha o seu:
a) Esse nasceu mamado!
b) Em homenagem à esse baixinho, Xuxa vai regravar “Garçom”, de Reginaldo Rossi;
c) Leite, álcool…. tudo mata os vermes mesmo…
d) Esse vai ser um bêbado chato… já nasceu chorando!

Visto, entendido e devidamente copiado (a notícia) do Arroba Zona

3 pensamentos sobre “O incrível caso do BEBÊbado

  1. ‘Segundo os médicos, a criança pode ter graves problemas ao logo do seu desenvolvimento. Estaria ele se referindo ao alcoolismo?’ É Frank, têm muita gente por ai que vive com ‘problemas’ por que a mãe (normalmente uma adolescente iresponsável com uma gravidez indesejada) ficou enchendo a cara durante os nove meses de sua gestação. Imagina uma criança crescer sabendo que tudo que sempre viveu de ‘problema’ foi por causa da mãe, o coitado nunca vai ne chegar perto de uma gota de álcool. Em situações como essa a mãe acaba desistindo do filho, talvez seja até melhor, imagina viver olhando pra ela todo santo dia e falando (educadamente ou não) ‘a culpa é sua !’ com certeza não deve ser legal.

    aaai, melhor nem pensar nessas coisas (¬¬)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s