Opinix Especial: Sujeira universal

Pessoal, o que vocês vão ver agora é um exemplo bem acabado da “indústria das igrejas neo-pentecostais” que tomou conta do Brasil nos últimos anos.
E logo, no seu maior símbolo.

É um pouco longo mas vale a pena.

PS: Não tenho nada contra os evangélicos e tampouco sou partidário da Globo em algumas de suas atitudes. Estou fazendo isso apenas por um dos preceitos básicos do jornalismo (que eu como estudante dessa área tenho que seguir): o preceito do INTERESSE PÚBLICO!!

PS 2: Estou saindo para viajar e ficarei sem escrever até o dia 20 (a confirmar).

(Nota do Frank: Maravilha… depois de cutucar as TJ’s, agora vamos nos meter com a Igreja Universal… Somos muito jovens para sofrer um duplo ataque religioso…)

(Nota extensa do Frank: Eu vou invadir descaradamente o texto do Carlão por acreditar que esse é um assunto sério e digno disso.
A reportagem faz sérias acusações contra a IURD, mostrando, inclusive, gravações com o Bispo Edir Macedo. Ainda segundo a reportagem, a igreja não quis comentar.

Na minha modesta opinião, isso devia ser investigado com mais seriedade. Pelo que eu conheço do código penal, as imagens caracterizam “extorsão”… o que dá cadeia. Como a matéria foi feita há algum tempo e nada mudou, alguma coisa está errada.
Chega a ser cruel abusar da boa fé das pessoas para enriquecer.

Não vou nem comentar sobre o que o pastor desertor disse. Dizem que a testemunha é a (desculpem a linguagem) prostituta das provas. Mas as imagens são contundentes.

Gostaria, sinceramente, de saber a opinião de vocês… Defensores ou não da IURD, manifestem-se!)

9 pensamentos sobre “Opinix Especial: Sujeira universal

  1. Só uma pequena correção: a IURD, a Igreja da Graça, a Renascer e outras igrejas do mesmo naipe não são classificadas como “protestantes” mas sim como “neo-pentescostais”. Colocar igrejas protestantes sérias como a Presbiteriana ou a Batista no mesmo balaio da IURD é errado.

  2. Para saber se a laranja é doce ou azeda só experimentando. Se você não sabe a diferença entre as diversas denominações deveria ficar quieto! Sou luterano mas tenho amigos em diversas igrejas e o que importa é a fé em Jesus Cristo, o resto é atitude humana!

  3. meu caro, o que é colocado em discussão no artigo não é a religião em si, mas, como essa igreja financia seus atos. Sou católico e sei das atrocidades que minha igreja cometeu, e comete. Respeito sua opinião.

    volte sempre!!

  4. Tenho um primo que já foi pastor na IURD e sei, pelo que ele dizia, que as filiais tem que bater metas todos os meses (assim como nas empresas). Por isso que os cultos parecem até leilão. Quem pode dar 1000, quem pode dar 100? E por aí, vai… Tudo bem que ninguém é obrigado a dar nada, mas é algo humilhante, pois fala-se de mil reais, como qualquer simples mortal tivesse essa quantia sobrando na carteira. Eles passam mais tempo com as ofertas do que realmente falando de Deus e do Evangelho (digo isso, pois já fui à reuniões na IURD)

  5. Pingback: Opinix: Maysa e a Globo « Ideia Fix

  6. vocês que sentem alegria em criticar igrejas e seus pastores e dizem que crer em deus deveriam se importar mais com suas palavras pois são elas que os condus a vida ou a morte eterna,pois quem é que fas os viciados deixarem de usar drogas,os alcolátras de beber,os mendingos de mendingar pelas ruas os fenticeiros de suas fentiçárias as prostitutas ,os assassinos e etc?são essas igrejas que vocês tanto críticam que fazem esse importante trabalho mostrando o caminho que todo ser humano deveria seguir um caminho onde se ouve falar de deus de amor e respeito a vida caminho que não se ouve nos bares nem nos antros de perdição do mundo ai fora.não frequento no momento nenhuma igreja ,mas creio que as pessoas que se libertaram dessas práticas malignas encontraram um caminho de vida verdadeiro e eficáz.

    • “são essas igrejas que vocês tanto críticam que fazem esse importante trabalho mostrando o caminho que todo ser humano deveria seguir”.

      Ok… indicam o caminho, mas cobram o olho da cara. A questão não é o que fazem de bom. A questão é o que fazem de mau. Pense nisso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s