Armazém Don Manolo vende muito mais!

Quem diria que o pequeno e intelectualmente independente Manolo “Manolito” Goreiro fosse cumprir o que prometeu. Em qualquer capital brasileira, argentina (e dentro de muito em breve estadunidense) você encontra pelo menos uma filial da Rede Manolo de Supermercados (conhecida também como ManoloMarket ou simplesmente Manolo’s, para os mais íntimos….).

Se você pensa que Manolito abandonou o antigo armazém da família, situado num bairro de classe média de Buenos Aires, engana-se. O jovem empreendedor, amante do capitalismo e das relações comerciais, decidiu manter o velho alojamento que tanto lhe ensinou. Um tributo, uma homenagem ao velho Don Manolo que entre tapas, chineladas e corretivos em geral, conseguiu plantar a semente do comércio e do marketing, numa mente que para muitos (e principalmente para Susanita) estava condenada ao ostracimo e ao abandono….

Vou contar um pouco da trajetória desse verdadeiro empreendedor do 3º setor: Manolito nasceu em uma família de comerciantes e negociadores. Seu pai, um espanhol, tinha um armazém e nele vendia víveres. A mãe, por sua vez, tinha argumentos muito convincentes (leia “chinelo”) para obrigar Manolito a ir à escola. Este local, aliás, não satisfazia as reais necessidades de Manolito. No que seria útil saber quais os principais rios do mundo e onde eles ficavam? Para que saber se o Evereste é navegável? Manolito não precisava disso. Todo o conhecimento prático e teórico ele adquiria no Armazém Don Manolo.

O guri era tão bom, mas tão bom nisso, que acabava sendo responsável por boa parte das vendas do estabelecimento. Era ele quem fazia outdoors alternativos, divulgando nos muros de esquina o nome do armazém. Era ele quem realizava promoções (veremos mais adiante), incluía o armazém em conversas dos amigos e na escola.
Em marketing, aliás, ele se sobressaia. Quem mais criaria o Pechinchi System? Quem mais conseguiria fixar a marca Don Manolo no subconsciente dos amigos a ponto de fazê-los sonhar com o armzém? Quem era a pessoa responsável por receber e lidar com as reclamações dos clientes? Manolito é a resposta.

Este blog presta as mais sinceras homenagens a esse grande homem no mundo dos negócios, que não parava de trablahar nem nas férias dos colegas, idealizador do Manolo’sCard, dos Tomates com Currículo, Macarrão Sem Complexos, do culto à caixa registradora, do calendário do Manolo e tantos outros feitos que só uma mente privilegiada seria capaz.

Este é um post patrocinado pelo Armazém Don Manolo – pioneiro a usar a blogosfera para divulgar a marca!
Aliás, por falar em pioneiro… esse é o primeiro post patrocinado aqui no Idéia Fix…. apesar de não ter entrado um tostão sequer na minha conta bancária.
Quer ver seu produto analizado aqui? Mande-me um email que negociamos a “caxinha”.

O Omelete escreveu algo deveras interessante sobre o Mundo de Mafalda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s