Sol, mas pode chover…

Desde que o mundo é mundo, há sempre algum espertalhão tentando prever o futuro para alguma pessoa nem tão espertalhona assim. Pode ser o resultado da loteria, o placar do jogo de domingo, não importa… O importante é dizer o que vai acontecer…
A mesma coisa ocorre com a previsão de tempo. Nesse caso, tempo não é aquele bem intagível tão em falta nos estoques da vida. Me refiro ao estudo das condições meteorológicas (temperatura, probabilidade de chuva, velocidade dos ventos, etc…).

Os meteorologistas tem uma técnica infalível. Quando não há certeza sobre a estabilidade do tempo, há a famosa frase: “O dia será bom, com possibilidade de chuva em pontos isolados no decorrer do período“. Incrivelmente nós sempre estamos no ponto isolado!

Hoje em dia há uma tecnologia sofisticada de previsão que inclui balões que atingem alturas muito superiores às do balão do padre voador. Os cientistas (se é que podemos chamar assim) também usam bóias maritmas, radares Doppler… Mas nem sempre foi assim. Ha mais formas, nem tão tecnológicas assim, de saber se vai ou não chover naquele domingo que você pretendia ir à praia…

Algumas pessoas afirmam que são capazes de prever um temporal. Como? Segundo elas, o tornozelo começa a doer. Existe variáveis. A área atingida pela dor pode ser o dedinho mindinho, o calo, o joelho ou a cicatriz… Outros métodos são menos sádicos. Há os que sentem uma coceira na orelha, por exemplo. Cheguei a ler o caso de uma senhora que previa o tempo pelo choro do cão….

Pesquisando internet afora (ou adentro?) descobri aqueles que conseguem prever os desejos de São Pedro olhando as nuvens. Obviamente, se elas estão escuras e emitindo um sonzinho muito parecido com um trovão, é praticamente certo que vá chover, contudo, certas pessoas levam em considerção o formato, a densidade (?) e a altura.

Há outro caso um pouco mais mítico. São as previsões de mãe. Fato: Quando a mãe diz que vai chover é porque VAI chover, mesmo estando um dia claro e sem nuvens. Deve haver algum contrato materno que dê às mães o poder de mudar a previsão. O famoso “pegue um casaco” ou o “não vai levar um guarda chuva?” estão entre as frases mais ditas e potencialmente verdadeiras.

Você prevê o tempo de forma inusitada? Sua mãe também encarna a Mãe Diná e sempre acerta quando vai chover? Você é mais um que está sempre o ponto isolado? Partilhe suas história comigo! Escreva aí nos comentários….

7 pensamentos sobre “Sol, mas pode chover…

  1. Parece brincadeira de mal gosto. Sempre coloco o guarda-chuva na bolsa e nunca chove; no dia que, por acaso, troco de bolsa e esqueço o guarda-chuva, adivinha o que acontece?

  2. Eu moro na Itália com um italiano que tem lá seus 50 anos… E ele sempre acerta: quanto tem um dia de sol bonito e ele não sai do quarto porque não consegue se levantar da cama de tanta dor que sente nos joelhos, pode escrever: a chuva está vindo.

    E um certo dia que eu tive que ajudá-lo a levantar para ir ao banheiro porque sentia muita dor. Bom, naquele dia veio um temporal tão grande que só perto da minha casa destelhou dez casas e arrancou com raiz e tudo umas sete árvores que tinham lá seus quarenta anos de idade.

  3. é como diz aquele comediante do Terça Insana (Eu Fico Puto! – Marcelo Mansfield)
    “- Prefiro ter um filho viiiiado do que um filho meteorologista !”

    realmente, é horrivel ¬¬

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s