Vitrolix: Eduardo Dussek em “Nostradamus”

Em comemoração ao estupendo (ha!) resultado obtido com o funcionamento do acelerador de hádrons – o tão comentado LHC – resolvi estrear mais uma seção aqui no Idéia Fix. Ela juntar-se-á (uhhhh… mesóclese) com o Opinix, o Grandes Quadros, Ídolos do Brasil e outras séries que eu já inicie.

Vitrolix vai relembrar músicas que, se não fizeram grande sucesso, pelo menos tenham alguma mensagem irônica, curiosa ou que tenham a ver com algum tema em debate na mídia, mesas de bar e até em blogs….
Como a seção chama-se Vitrolix e não MP3mix, darei prioridade para músicas antigas…. e nacionais (antes que algum fã de RBD me venha com chorumelas….).

Hoje, tiro do baú uma música do grande Eduardo Dussek, que fala justamente do fim do mundo. A letra é um misto de sonho com ironia e foi escrita na época do brega-rock. É interessante imaginar um clip para essa música com base nas informações que ele dá.
Note também que ele usa palavras pouco comuns: fumê, carcomer, vodoo, Carlota….
Queria também dar um destaque para as estrofes 2 e 4.

Sem mais enrolação, Eduardo Dusek, cantando Nostradamus no Rock in Rio (no Rio!), lá no longínquo ano de 1985:

A letra está aqui, para cantar e encantar (urgh):

“Naquela manhã
Eu acordei tarde, de bode
Com tudo que sei
Acendi uma vela
Abri a janela
E pasmei

Alguns edifícios explodiam
Pessoas corriam
Eu disse bom dia
E ignorei

Telefonei
Pr’um toque tenha qualquer
E não tinha
Ninguém respondeu
Eu disse: “Deus, Nostradamus
Forças do bem e da maldade
Vudoo, calamidade, juízo final
Então és tu?”

De repente na minha frente
A esquadria de alumínio caiu
Junto com vidro fumê
O que fazer? Tudo ruiu
Começou tudo a carcomer
Gritei, ninguém ouviu
E olha que eu ainda fiz psiu!

O dia ficou noite
O sol foi pro além
Eu preciso de alguém
Vou até a cozinha
Encontro Carlota, a cozinheira, morta
Diante do meu pé, Zé
Eu falei, eu gritei, eu implorei:
“Levanta e serve um café
Que o mundo acabou!”

Dussek também tem site oficial. Lá você encontra links para o MySpace, o perfil dele no Orkut (pode acreditar, é o verdadeiro…) e ainda pode baixar algumas músicas…. Bem bacana.

Um pensamento sobre “Vitrolix: Eduardo Dussek em “Nostradamus”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s