Capitão Universo – Prólogo

Esta é a epopéia de um herói. Um herói fictício, é verdade, mas ainda sim um heroi. Capitão Universo surgiu de uma piada, de um gracejo e cresceu até ganhar inimigos. Cresceu mais um pouco e ganhou uma história, para entrar definitivamente para a História (hã-hã).

Na verdade, ele é um criação intelectual (!) e corporal do Caio – não me pergunte COMO nem QUANDO – mas virou sinônimo de realizador de tarefas impossíveis. Tá difícil? Chama o Caaaaapitãããããoooo Universo! Proto, ele resolve.
As histórias serão baseadas em situações que vivi e em coisas bizarras que ouvi, falei e presenciei. Muita coisa aqui é verdade, por mais inacreditável que pareça….
Contudo, antes de partir para a ação de fato, escrevo este prólogo, apresentando os personagens dessa viagem autoral (assim ninguem fica perdido em relação a quem é quem (e vice-versa)).

Capitão Universo: Quando jovem, era peão de fábrica e lá desenvolveu poderes paranormais. Capitão Universo confunde seus adversários com um raciocínio sem lógica e frases de efeito “cuidadosamente” selecionadas na internet. Seu poder, contudo, não está no intelecto, mas sim na ação (quando lhe convém). Tem uma mira privilegiada: aponta em um alvo e acerta em outro. Sempre.
Por outro lado, está quase sempre disposto a ajudar os amigos e topa qualquer coisa (escolha o sentido).

Dra. Brisalemon: Inimiga número 0 do Capitão Universo, é formada em línguas pela Universidade de Tókio. Exerce a profissão de tradutora de mangás e fics, mas só para disfarçar. Seu principal desejo não é o de dominar o mundo como toda vilã normal, mas sim transformá-lo em yaoi, como toda vilã perva. Por hora, contenta-se em comer muito, torturar e matar o C.U. (Capitão Universo, para os espertinhos…)
Importante: tem gênio forte. Muito forte.

Dr. Weonsugar: Um pouco gago e mau humorado, é sócio da Dra. Brisalemon e sofre na pele com o temperamento dela, apesar de não ligar muito. Formou-se em Química e é especialista em torturas (ao estilo Jogos Mortais) e coisas do mal.
Seu “Calcanhar de Aquiles” são os doces, conseguindo identificar (por nome, ingredientes e origem) um exemplar a quilômetros de distância (comendo-o posteriormente, é claro).
Pretende viver em uma ilha particular em algum paraíso, cercado de mulheres e tecnologia de ponta quando sua sócia atingir o sonho do mundo yaoi.

Profª Pishinne: Semi vegetariana (?), a professora é formada em Matemática e trabalha no desenvolvimento de fórmulas mirabolantes que só ela entende. Colabora anonimamente com a coluna do Leão Lobo, sendo uma das famosas pulguinhas. Um pouco (ha!) baixinha, mora num rancho fundo, bem pra lá do fim do mundo.
Tem como hobby a dança de salão, em especial o zouk. Costuma desenvolver suas fórmulas enquanto dança, portanto, não estranhe caso a veja dando um passinho pra cá e outro pra lá.

Narrador: É o bobo alegre da história. Só narra os fatos, para não se comprometer com os personagens.

Ao longo das esquetes, outros personagens aparecerão. Quem sabe uma fonoterapêuta (sic), um(a) parceiro(a) para nosso herói ou ainda o narrador em pessoa? Nunca se sabe!

Em breve, a primeira história. Será que Capitão Universo conseguirá recuperar a F.O.D.A.? O mundo vai se transformar em yaoi pelas mãos maquiavélicas da Dra. Brisalemon? Dr. Weonsugar vai finalmente curar-se de sua compulsão por doces? E a Profª Pishinne? Será que ela vai revelar quem, afinal de contas, é Capitão Universo?

Não perca!

Qualquer semelhança desse epílogo com a realidade é um ato meramente proposital.
Em tempo: Ninguém me avisa que isso é um Prólogo (início) e não um Epílogo (fim)?

7 pensamentos sobre “Capitão Universo – Prólogo

  1. meu, …Frank… ficou muuuito foda…………..amei, me deu até vontade de dançar…….e só para te avisar, se é que você ainda não sabe, não gosto mais de matemática tá!? … tá mal informado Narrador.

    eu não sou fofoqueira… sou curiosa.. (escreve logo essa história que eunão aguento mais esperar)…existe uma grande diferença!!!!!!

    qual é minha função nessa história… nada!? (Se bem que eu sou descartável mesmo)

    Que orgulho… um escritor!! Meu amigo!

  2. Ahhhh.. tá de brincadeira! a Anna Clara visitando meu blog? Não é possível! Deve ser algum tipo de sonho, miragem ou sei lá o quê! hahahahha

    Calma filha… não subestime a minha criatividade! Eu sei exatamente seu papel na história. Você é matemática sim, mas por que não pode trabalhar em um projeto ambiental que tem tudo a ver com a F.O.D.A.?

    Já tá tudo planejadinho e a primeira aventura está em desenvolvimento… aguarde!

    Valeu fia!

  3. Tenho uma dúvida muito séria quanto a um de seus personagens…

    A Profª Pishinne perdeu a vergonha de dançar zouk e fazer cambrés ???

    Continue logo essa históra !!! quero ver quando apareço !!!

    Estou orgulhosa do seu trabalho… pela primeira vez eu admito que vc ganhou de mim !!!

    Ps.: Tambem fiquei com vontade de dançarrr… ainda mais se for um zouk !!!

  4. Então… A Professora perdeu a vergonha de dançar sim… agora, quanto aos cabarés, (ou cambrés sei lá) eu não sei..
    Mas se ela quer ter 6 filhos, tem que começar cedo, não é? hauahauha

    Esse texto é histórico para mim…. Duas coisas impossíveis aconteceram aqui e vocês duas sabem do que estou falando. rá!

    Vitória! Vitória! Vitória!

  5. como assim… “Vitória! Vitória! Vitória!”….o que é impossível em relação a nós duas????

    Ganhar da Tati ????

    Eu perder a vergonha de dançar zouk????

    viu… muda o ritmo da minha dança… eu prefiro qualquer outra dança de salão… pode ser até um bolerinho… (se for um tango – melhor ainda).. é sério eu não sou capaz de fazer cambrés …..ah.. por favor PAI (que história é essa de fia?)

  6. Não né Annaaa !!

    Um dos fatos inéditos e irrealizáveis (soa mais inteligente que impossível… portanto… PONTO PRA MIM !!!) é vc entrar na internet e comentar no blog do Frank… o outro realmente é o fato de eu admitir (como isso machuca meu grande e inflado ego !!) que o Frank ganhou de mim…

    ESTOU COM SAUDADE DE VOCÊSS !!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s