Como NÃO usar um hashi

Minha coordenação motora não é das mais completas. Ponto.

No pré primário eu considerava uma tarefa muito árdua pintar com a cor certa, dentro do local estipulado (minha professora Cryzeide que o diga). Já na 6a série,  tentei pintar um quadro (uma releitura desse aqui). No meu não há UMA LINHA RETA decente, como supõe o modelo. Eu juro que usei fitas adesivas para não ficar torto, mas, obviamente, não deu certo.
Enfim, já foi possível perceber que minha habilidade manual é limitada.

Uma vez cientes disso, observem a situação abaixo:

Fui convidado por um bando de malucos (também conhecidos como meus amigos) para comer yakisoba em um restaurante itatibês (mistura de itatibense com japonês/chinês). Depois que a (deliciosa, diga-se) comida chegou, recebi garfo, faca e… hashi’s.
Desafiei a mim mesmo não apelar para os tradicionais talheres ocidentais e tentar comer com os malditos pauzinhos… Depois de 19 anos plenamente adaptado a usar as duas mãos para manusear um instrumento cortante e outro constituído de pontas que servem para picar o alimento, fui informado que aqueles pedaços de madeira deveriam ser usados por apenas UMA mão. UMA mão para DOIS palitos.
Minha coordenação motora começava a recuar para algum canto obscuro.

1ª Lição >> Não usar os hashi’s com as duas mãos.

Equilibrei o primeiro hashi entre o polegar e o indicador; o segundo coloquei acima do primeiro. O debaixo caiu. Recoloquei a peça no lugar e agora o que caiu foi o de cima. Recoloquei o pauzinho no lugar. Então, devidamente equilibrados, ataquei a comida. Fui informado que deveria abrir e fechar os hashis para comer direito.

2ª Lição>> Não cavocar nem enrolar o macarrão usando os hashis.

Quando eu abria um hashi, o outro fechava. Ao fechar um, abria-se o outro. Perdi a conta de quantas vezes formou-se um “X” entre os meus hashis.
Após algumas tentativas, consegui erguer um pouco de macarrão (sem a técnica recomendada) e comer. Que sensação maravilhosa! Tentei mais uma vez e consegui erguer mais um pouco de macarrão.

3ª lição >> Não equilibrar os vegetais nos hashis. O molho pode pingar em você.

Nesse momento, estava com a boca coberta de molho. Me vi num dilema: largar os hashis e pegar o guardanapo ou tentar pegar o guardanapo sem largar os hashis? Inspirei um pouco de auto-confiança e larguei os pauzinhos.
Agora teria que recomeçar. Se os hashis permitissem, claro.

4ª lição >> Nunca pique o champignon com os hashis. O garçom pode olhar torto para você
.

Sei que durante o jantar parei algumas vezes para ajeitar os hashis. Mais para cima, para para baixo, no dedo indicador, polegar… até no mindinho eu tentei. Nunca tinha me sentido tão inútil!

Malditos pauzinhos! Demorei uma eternidade para conseguir comer brócolis, cenoura, carne, frango… Mas não tinha desistido. A acelga foi a pior parte: ela simplesmente não compactua com a idéia de ser levada por dois pedaços de madeira até a minha boca. Foi necessário um trabalho conjunto entre lábios, mãos e pescoço para vencer o vegetal. No fim, detonei toda a parte reservada para mim COM os hashis em mãos!

Finado o jantar (e meu moral), assumi o compromisso de treinar e usar os hashi’s corretamente. Depois de alguns tutoriais na internet, peguei um par de hashis aqui em casa e comecei a treinar com a tampinha do pendrive (como pode ser visto mais abaixo).
Enquanto digito, olho os pauzinhos pousados em frente ao monitor. Finalmente venci a batalha, mas ainda falta a guerra. Acho que estou pronto para encarar mais um yakisoba tipicamente itatibês…

Compare você mesmo:

NUNCA use o hashi assim. É sério.

ASSIM pode. Não com a tampinha, claro.

UPDATE: Ninguem perguntou, mas mesmo assim vou considerar em tempo: Voltamos ao restaurante itatibês e eu comi minha porção como um verdadeiro profissional dos pauzinhos. Eu disse que conseguiria!
*Palmas*

17 pensamentos sobre “Como NÃO usar um hashi

  1. Prezado Frank,

    Tentando tocar guitarra, violão e piano, descobri que meus dedos funcionam de forma autonoma. Cada um dos dez, possuivontade própria, recusando-se veementente a seguir o que meu cérebro comanda.
    Por isto, desenvolvi uma técnica para comer os vegetais e os maiores pedaços de carne, usando o hashi.
    Instrumentos necessários: a comida, um hashi e a faca.
    Use a faca para fazer uma ponta no hashi.
    Use o hashi pontiagudo para espetar o referido alimeto.
    Leve o alimento até sua boca (de preferência, esteja com ela aberta. Facilita a entrada do alimento).
    Pronto, você pode dizer que consegue comer com um hashi, enquanto seus amigos utilizam dois!

  2. Oi Frank, me diverti muito lendo suas limitações na infância,tenho q confessar q passei e ainda passo por isso,pois sou incapaz de traçar uma linha reta(mesmo com uma régua)fazer o q né? Passei por uns quatro lugares e em nenhum deles consegui acertar, essa dificil arte dos pauzinhos até q te achei! E além de ter gostado muito do que encontrei ainda consegui encaixar esses pauzinhos no lugar certo(entre os dedos,claro!).

  3. Olá Jaque! Quer dizer que meu tutorial te ajudou? Caramba! Praticamente um cego guiando outro! hahaha

    Por que será que algumas coordenações motoras resolvem abandonar seus donos e fugir para Neverland? Algo para ser estudado..

    Abraço e volte sempre ao Idéia Fix!

  4. Sabe q eu não sei?
    Mais uma dúvida pq eu já não sei quem eu sou,nem p onde eu vou e nem de onde eu vim e agora onde estão as minhas coordenações motoras !!! HA HA HA!!
    Neverland… sinistro, tenho medo de lá(ha ha ha) !!!
    Valeu pelo Jaque, quando alguém me chama de Jaqueline até estranho!!!!!!!!!

  5. Minha coordenação motora (se é que tenho uma) simplesmente age sozinha…
    Outra coisa é que não consigo fazer dois movimentos diferentes em cada uma das mãos… (pelo menos não os dois de uma vez) pelo menos este problema não é só meu…
    foi conprovado por cientistas que é necessario “treino” para executar tal proeza…
    Existem vários testes que você pode fazer…
    Um que eu uso até hoje é:
    Comece a “teclar” com as duas mãos em alguma superficie (como se estivesse tocando uma musica no piano) e derepente pare…
    Resultado:Suas duas mão estarão na mesma posição.Tipo mindinho e polegar pressionados na mesa…

    É realmente interresante…
    Pra mim pelo menos é quase impossivel fazer as duas combinações diferentes por isso meu sonho de ser pianista foi pro saco ^_^

    • Caramba… e não é que é verdade? Fiz o teste do piano várias vezes e, mesmo querendo parar com dedos diferentes posicionados na mesa, não consegui. Pelo jeito eu também não serei pianista.. ainda bem que dá pra blogar com um dedo só (levará uma eternidade pra fazer um texto de 400, 500 caracteres, mas dá pra fazer!).
      .

  6. Pingback: Desafio #7links: O que seu blog tem de melhor? « Ideia Fix

  7. gostei muito da suas explicação pra ficar fera mesmo com os pauzinhos (hashi) e so treinando mesmo , e nem precisa ser com comida oriental , pode ser a boa e velha comida BR , COM pratica . vc vai comer com o garfo ou a colher e sentir falta dos hashi , faça o teste …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s