Opinix: Multa Moral

Adivinhe se puder: O que é isso?

São carros oficiais ocupando vagas de deficientes no estacionamento principal do Palácio do Planalto. Os veículos prestam serviço para o Instituto Chico Mendes.

Parabéns ao Alan Marques, fotógrafo da Sucursal de Brasília. Pela sacada, pelo senso de oportunidade, pela iniciativa de clicar.

Sim, aconteceu no Palácio do Planalto e por isso merece destaque. Mas a nota mais triste é que acontece o tempo todo, em todo lugar.
Quem nunca flagrou sujeitos estacionando em vagas de deficientes ou idosos em supermercados ou shoppings e saindo normalmente, caminhando, sem nenhum tipo de deficiência, na flor da idade, na maior cara-de-pau?
Pensando melhor, quem faz coisas assim carrega uma baita deficiência de caráter. A pior de todas.”
O QUE É A MULTA MORAL?
A multa moral consiste em uma “multa” para aquele motorista que parar em uma vaga reservada para pessoas com mobiilidade reduzida (idosos e deficientes físicos) em Itatiba/SP.  A “multa” não tem valor monetário, sendo apenas um “choque” na moral do infrator (como o proprio nome já diz).
A idéia surgiu na prefeitura da cidade de São Paulo (com outro nome), através da Secretaria da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPED), na pessoa da vereadora paulistana Mara Gabrilli.
Quer Saber Mais? Visite e acesse:

2 pensamentos sobre “Opinix: Multa Moral

  1. Nossos governantes, são escolhas nossas.
    O descaso aqui, não é abservado apenas no estacionamento (forma de estacionar).
    Podemos observar o descaso também, no estacionamento (veículos que estão lá).
    Tem noção do quanto eu paguei de IR, para estes FDPs, além de estacionarem em vagas especiais, estarem andando de vectra e novo corolla?

    Este é o socialismo moderno, By Henderson? (Vamos todos defender o social, mas farinha pouca, meu pirão primeiro…)

  2. É lamentável a falta de consciência das pessoas… Infelizmente nosso país ainda segue a antiga e triste “lei de Gerson”, aquela do “levar vantagem”. Ninguém pensa nas dificuldades de pessoas que precisam empurrar ou mover uma cadeira de rodas, ou aquelas em quem o peso do tempo torna o caminhar mais difícil. O respeito nasce do “olhar além do próprio umbigo”, coisa que muita gente não é capaz de fazer. Sem educação o que temos é isso, desrespeito de todas as formas e pra todos os lados e gente votando nesses tipos em troca de uma cesta básica ou por pura ignorância…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s