Aprenda com a Polícia Federal

cartao-de-credito-do-bart

A Polícia Federal brasileira pode ter zézimos de defeitos: gastar demais, ser corrupta, injusta, ineficaz. Não resta dúvidas que há falhas. Contudo, esse texto não visa focar a parte ruim, mas sim uma vertente pouco divulgada (se comparada com as falhas) da PF: O nome das operações são verdadeiras lições. Não entendeu? Eu explico:

Em 2008, Celso Pitta, Naji Nahas e Daniel Dantas foram presos pela PF. Motivo? Em suma, roubaram o povo. Nada que muitos outros já não tenham feito. A inspiração para o bastismo foi o Sânscrito, uma das 23 línguas oficiais da Índia. O nome escolhido foi Satiagraha, que significa “firmeza na (da) verdade e foi cunhado por um tal de Mahatma Gandhi. Alguém conhece o cidadão?

Outra operação com nome curioso foi a “Narciso“. De fato, o nome é altamente pertinente, já que tratava-se de uma blitz na loja de alto frescura requinte Daslu. A dona era acusada de sacanear as notas fiscais e pagar menos imposto do realmente deveria.
Narciso era um herói grego que era obsecado pela própria beleza. Tão obsecado que morreu afogado ao olhar MUITO de perto seui próprio reflexo na água.

“Bye-Bye Brasil” é uma daquelas auto-explicativas. Foi presa e desmontada uma organização criminosa especializada em introduzir brasileiros de forma ilegal no exterior, principalmente nos EUA. As autoridades chegaram a apreender até 2 jet-skis.

Voltando à cultura, a operação Azahar aconteceu em 2006. Azahar é uma flor branca originária da Espanha, que deve ser muito cheirosa, já que há uma variedade considerável de perfumes feitos a base dela. Para entender como o nome liga-se à operação, devemos pensar na pureza da alva flor. Pois bem, sendo assim, a PF combateu a pedofilia. A operação foi realizada em 20 países, simultaneamente. A nação que coordenou a operação vou deixar para que o esperto leitor e a sagaz leitora descubram.

Outras tantas são muito curisoas: Big Brother, Alecto, Kabuf, Tibagi, “Control+Alt+Del” (desse jeito mesmo), Banco Imobiliário, diversas referências à Mitologia Grega e ao Antigo Testamento e por aí vai. Um empreguinho desses e eu estava feito na vida. Era só ter um dicionário, um enciclopédia, uma Bíblia e, claro, o Google.

Mais do mesmo nos blogs Zói de Gato, Blog do Edsun e o Falando Dormindo. Como eu acredito que a melhor parte desse tipo de texto é a Faça Você Mesmo, disponibilizo aqui o site da Agência de Notícia da PF, com o nome de todas (ou quase todas) as operações feitas. Vale a pena dar uma fuçada.

Um pensamento sobre “Aprenda com a Polícia Federal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s