Divagações televisivas de Carnaval

O Carnaval é uma data mágica: durante uma semana a terra brasilis transforma-se na nação perfeita, já que todos estão felizes, pulando, bebendo, dançando, rindo. As machetes sensacionalistas diminuem, as notícias sobre a politica nacional também.. e dá-lhe bloco em Salvador.

Vamos, então, girar pelas transmissões televisivas do Carnaval.

A Globo teve um Carnaval inesquecível. Enquanto, em São Paulo, Renata Ceribelli insistia em chamar a dança indiana de indígena e não conseguia parar de repetir “maravilhoso” para TODAS as escolas (mostrando todo o seu senso crítico), e Maurício Kubrusli (?) zombava dos desfiles fazendo Dudu Nobre (!) rir a beça, no Rio de Janeiro, Cléber Machado insistia que os espectadores eram torcedores – força do hábito – e uma câmera despencava, ao vivo, mostrando a Mangueira passar (você realmente achou que iria passar um carnaval sem ouvir essa piadinha, hein?).
Em tempo:
O Neguinho da Beija-Flor é TÃO importante assim? Se ainda fosse o Joãosinho Trinta, vá lá…
Em tempo 2: É louvável o esforço dos câmeras para NÃO filmarem os logotipos da Band espalhados por todo o circuito Barra/Ondina. É close daqui, tomada aérea de lá.. um verdadeiro pagode de ânglos.

Na Bandeirantes o axé da Bahia reinava. Dia e noite. Noite e dia. Adriane Galisteu fez  sua estréia, não conseguindo elevar o próprio (e pífio) ibope. Algum diretor teve a brilhante ideia de colocar Carla Perez como repórter e isso deu um tom todo especial a cobertura. Ivete cantou Dalila e Daniela Mércury inovou com a inédita canção “Canto da Cidade”.
Pra fechar a cobertura, o desfile das campeãs foi transmitido e com ele pudemos ver o protesto da Camisa Verde e Branco, que entrou no Sambódromo com seus integrantes vestindo nariz de palhaço. Bem carnavalesco.
Não se pode esquecer o diálogo – nesse mesmo desfile – entre cabine e repórter: “O tigre gigante está entrando na avenida. É isso mesmo Nadja Haadad?“. “É isso sim… o tigre de (X) metros acaba de entrar na avenida e.. acaba de enguiçar” (risos da cabine) “Vejam o esforço dos integrantes para fazer o tigre se mover (mais risos na cabine (sádicos…))… estão levantando a pata do animal… é.. o tigre enguiçou mesmo (fulano)!

A RedeTV! apostou no trash e na química e entrosamento de seus apresentadores: Nelson Rubens (que ficou estático em cima de um caixotinho) e Daniela Albuquerque (esposa de um dos donos, por sinal). Ainda bem que não estavam num cassino, já que até papel picado laminado eles comeram, ao vivo. Devem estar hã… livrando-se deles até hoje.
O(A) repórter Léo Áquila purpurinava a tela, Renata Banhara fazia strip-tease e David Brasil gaaaa-gaguejaaava.  Um casting de repórteres invejável, não? Entrevistados mostravam seu samba no pé sem música e o câmera corria para flagrar ilustres desconhecidos trocando de roupa. Inclusive a mulher-banana (sim… é isso mesmo que você está pensando) Vale tudo no Carnaval, né Gil? (Com link, para a piada ter graça)

A Record montou um camarote, entrevistou Nalbert e passou algumas matérias. E acho que foi só. Ah sim… O Fala que eu te Escuto debateu sobre o excesso de bebidas no Carnaval, perguntando se era culpa das autoridades, dos foliões ou parte da festa. O resultado foi tão surpreendente quanto o Galvão falar alguma besteira.

O SBT fez igual a Record, exceto pelo camarote (uma pena… imagine a Maísa  entrevistando, que beleza?) e pelo Fala que eu te Escuto (menos mau, hein… O Nascimento fazendo descarrego, a Hebe comandando o Aprendiz e a Claudete Troiano de Mutante seria traumatizante).

Conclusão: Acho que nessa história toda de Carnaval, quem mais ganha são os câmeras… O cidadão é pago para filmar aquilo que ninguém liga esconder… durante o Carnaval, claro.

5 pensamentos sobre “Divagações televisivas de Carnaval

  1. Não vi nada disso no carnava sabe porque ?!
    porque eu como TODAS AS PESSOAS NORMAIS estava pulando, dançando, fogueteando por ai, afinal de contas É CARNAVAL !!!
    Se vc saísse de casa pra fazer qualquer coisa nesse carnaval vc não teria visto essas transmissões horrorosas!!
    Visto esses comentários tenho mais uma coisa a dizer… NO PRÓXIMO CARNAVAL SAIA DE CASA, VÁ SE DIVERTIR, FOGUETEIE, DANCE, PULE, FAÇA COISAS DE QUE SE ARREPENDERÁ ATÉ O PRÓXIMO CARNAVAL… MAS POR FAVOR PARE DE ASSISTIR TELEVISÃO !!!

    • Tati: Quem disse que eu não saí nesse Carnaval? Para a sua informação, computadas as horas que fiquei em casa e as horas em que estive fora, creio que há uma vantagem para “fora”. Tenho culpa de ter uma mente privilegiada que consegue assimilar e guardar as recordações do mundo real e do mundo televisivo? Tenho culpa se consigo me divertir e ainda por cima tocar esse blog?

      Aliás… quem disse que preciso sair “pulando, dançando, fogueteando” pra me divertir?

      Hummm.. fogueteira hein? hahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s