Isso é Corinthians

Faz tempo que não causo uma certa polêmica nesse blog. Estou com saudades de ler gente me xingando de todos os nomes possível e imagináveis. Como o blog é meu e não tenho obrigação nenhuma de ser imparcial, vou falar sobre o Corinthians. Creio que quem é corintiano dará seu parecer ao final do texto. Quem não é também dará. Aposto.

O Corinthians é um time exagerado. A intensidade dos momentos bons é diretamente proporcional a dos momentos ruins. Glórias e fracassos vivem lado a lado, separados por uma tênue linha.
Não há momentos de estabilidade no Corinthians. Ou time e torcida estão em plena sintonia ou estão brigando mais que marido e mulher 25 anos depois de casados. Para piorar a situação, todo momento de glória vem seguido por um fracasso. E vice e versa. Uma montanha russa apaixonante.

Por exemplo: Dezembro. Campeonato Brasileiro de 2005. Corinthians tetracampeão. Euforia, festa… Dezembro de 2007. Corinthians rebaixado. Choro. Desespero. 3 anos, do céu ao inferno.

Outro exemplo: Campeonato Paulista de 74. 20 anos sem um título, qualquer que seja ele. A final foi contra o arquirrival Palmeiras. O gol do título palmeirense, ao 24 do segundo tempo, acabou com a esperança corintiana. O time, naquela época, era apelidado de “faz-me-rir”.
Contudo, em 76, A Fiel lotou o Maracanã, espremendo a torcida do Fluminense, num episódio conhecido como a Invasão Corintiana. Apesar do insucesso na final – e mais um ano sem título – a torcida pôde gritar, em 77, o tão sonhado “É Campeão!”, num jogo contra a Ponte Preta.

A torcida, aliás, é a mais exigente. Não que a torcida do São Paulo (que já jogou pipocas no Kaká) ou a do Fluminense (que já jogou galinhas no Romário) não sejam, mas a cobrança da Gaviões, e dos mais de 35 milhões de alvinegros, assemelha-se à cobrança de um técnico de seleção. A Nação Corinthians segue seu caminho há 98 anos. Sem Libertadores. Sem estádio que possa abrigar jogos.

Sim! O Corinthians tem estádio, sim senhor! O Alfredo Schürig – mais conhecido como A Fazendinha – tem capacidade para 18.000 torcedores. O grande problema é que o estádio não tem condições de segurança para abrigar um jogo do time principal, além da localização (às margens do Rio Tietê) ser considerada ruim, para os padrões de trânsito de São Paulo.

Mas o que me levou, de fato, a escreve esse texto foi o derby de hoje, 8 de março. Ronaldo entrou as 19 minutos do segundo tempo. Nessa hora eu estava sentado no chão de um supermercado, na parte dedicada aos eletro-eletrônicos, cercado por umas 60 pessoas, 90% alvinegros. Um mini estádio, por assim dizer.
Ronaldo acerta um tirambaço. Na trave! A torcida grita “Uhuuuuuuuu”.

47 do segundo tempo. A torcida no supermercado estava apreensiva. Ninguém desgrudava o olho das 30 televisões ligadas. Douglas cobra o escanteio na cabeça de Ronaldo, que manda um “boa tarde” e acerta a rede alviverde. Era gol. Gol do Fenômeno. Gol de Ronaldo. Gol do Corinthians.

O Supermercado veio abaixo. A torcida explodiu num grito uníssono de gol. O Wall Mart parou para ver 45, 55 marmanjos, jovens e adultos, mulheres e crianças gritando gol. Eu fiquei rouco de tanto comemorar. Estava contido até então, mas a vibração da torcida não me permitiu ficar calado. O empate alla Corinthians tinha saído, no último minuto.

Qual time consegue esse tipo de comoção? Não vi uma alma viva assistindo o jogo do São Paulo, nos mesmos 30 televisores. É o poder do Corinthians. Que agrega e destroi. Não é um time perfeito, obviamente. Erros e mais erros podem ser contabilizados. Erros vergonhosos. Torcida que por vezes faz por merecer os apelidos e esteriotipos a ela relacionados.

Mas isso é Corinthians. Muito além de ser o primeiro.

4 pensamentos sobre “Isso é Corinthians

  1. Frank, concordo com vc.
    E é como dizem, o Corinthians não é um time que tem uma torcida, mas sim uma torcida que tem um time.

    Parabéns pelo blog, vc escreve muito bem.

    Beijos,

    Simone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s