Quando meu Spilberg falhou

Mais uma vez enfrentei a talvez eterna batalha entre homem e máquina. Dessa vez tudo começou com um trabalho de faculdade, no qual eu deveria resumir o capítulo 2 do livro de  Nicolau Sevcenko apenas usando imagens e partes de vídeos. Para isso, a linha de frente de batalha foi composta por Google Imagens na ponta esquerda, Youtube na ponta direita, aTube Catcher jogando mais centralizado e no ataque, como capitão, Windows MovieMaker. Do outro lado, esse pobre blogueiro relapso e com idéias na cabeça.

Devido ao meu tempo escasso, meu grupo fez todo o planejamento durante a semana para que, no sábado e domingo, eu pudesse editar o vídeo com mais tranqüilidade e rapidez. Sozinho, já que era o único que tinha noção de MovieMaker. A batalha teve início no sábado, as 16 horas e foi terminar segunda feira, faltando 1 minuto para meia noite.

A grande dificuldade na criação foi sincronizar imagem e som, afinal, a trilha sonora deveria combinar com o ritmo e tema das imagens, mas até aí estava previsto. O vídeo não ficou como eu queria, entretanto, decidi entregar assim mesmo.
Passei 2 dias tentando converter o projeto para wma ou qualquer outra extensão que passasse no Media Player. Além de dar um tempo estimado de 7 HORAS, ele ainda travava e dizia que os arquivos não estavam disponível no caminho especificado. Oras pombas! Eu podia assisti-lo dentro do programa!  Enfim desisti e decidi passar de maneira BEM acochambrada e totalmente improvisada. Se eu poderia ver pelo preview, a classe inteira também o poderia.

Chegando na faculdade, a surpresa. A lata velha, digo, o computador contava com Windows 2000. Se você ainda não percebeu o problema, lá vai: O Windows 2000 NÃO TEM MOVIE MAKER. Ao abrir meu pendrive, todos os arquivos do programa de edição de vídeo constavam como inválidos. Um certo mal estar, um rebimbolo (rebimbolo?) no estômago começou a se manifestar. Vocês devem imaginar a sorte de palavrões que me passaram pela cabeça nesse momento. Muitos de vocês considerariam a hipótese de externar seu sentimento de insatisfação e puro medo. Declarei que seria impossível apresentar, pela primeira vez naquela noite. A professora, muito bondosamente, requisitou a troca do computador.

Algum tempo depois chega outro exemplar, agora XP. Muito bem. Abri o PenDrive e os arquivinhos todos bonitinhos lá. Abri o Movie e… uma coleção enorme de X no Storyborad. Isso significa que não havia nenhuma imagem disponível reconhecida pelo programa, mesmo estando todas no pendrive. Declarei, solenemente que não poderia apresentar – pela segunda vez. A professora pediu mais uma tentativa e eu consegui fazer as imagens aparecerem, dando um duplo clique EM CADA X. Aí vocês imaginam a sorte de palavrões que a classe soltava para mim, já que ao todo eram 15 minutos. E eu lá na frente, adrenalina correndo solta, coração batendo forte.

Tudo pronto. Luzes apagadas. Play acionado e…. e… cadê a música? Eu tinha resgatado a imagem, mas o som tinha ficado. É…. a música era fundamental para o entendimento. Pedi para parar tudo e com toda a dignidade que me restava, disse que não poderia apresentar. Não perca a conta, foi a terceira vez. Já estava ficando sem alternativas. O Storyboard de música não estava onde deveria estar. Fechei tudo e abri de novo. Lá estava ele! Repleto de X. Abri as musicas – considere que 2 sumiram do PenDrive e voialá! Finalmente apresentei.

As partes mudas ficaram MUITO ruins, mas o resultado final até que foi de razoável a aceitável. Agora eu tenho 1 semana para passar para CD o que já foi feito, ou mesmo refazer.
Só sei que saí daquele palco gelado e ainda sentindo os efietos da adrenalina.

Se tudo der certo, pelo menos dessa vez, postarei o vídeo nesse blog. Veremos o que vocês leitores acham do meu lado Spilberg.

Quando ele não falha, lógico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s