Opinix: Desabafo

Eu não iria escrever sobre esse assunto, mas diante de tanta indignação que encontrei e como estudante de jornalismo, resolvi escrever.

Apesar, de achar que com a decisão do STF- Supremo Tribunal Federal – de tirar a obrigatoriedade do diploma para ser jornalista não vai mudar em nada o cenário já que para ser Jornalista continuará sendo necessário saber certas técnicas específicas, levanto a indignação:

Jornalismo não é uma profissão digna como ser médico, engraxate etc..?

Os ministros do Supremo acham que para ser jornalista é só escrever e ler?

Se os MILITARES, na época ditadura, reconheceram a importância da profissão, tanto que a regulamentaram, por que os ministros de um Estado democrático pensam diferente??

Ah.. e tem outra questão.. Meu pai gasta uma alta quantia com a faculdade a toa então?? Coitado do meu pai.

Ah, quer saber ministro Gilmar Mendes?? Vá ficar com seus capangas lá no Mato Grosso.

4 pensamentos sobre “Opinix: Desabafo

  1. Concordo, Carlão. “Aliás segundo o ministro agora eu estou fazendo jornalismo porque tenho uma opinião e pleno direito de expressão. Então como todos tem direito a ela isso é jornalismo”. Se eu omitir todas as vírgulas no texto acima, como o fiz, dispensando horas e horas de aulas de português do curso superior, isso não é problema. É jornalismo. Eu poderia chamá-lo de imbecil, ladrão, conivente com contravenções, dispensando horas de aula de Direito. Poderia mentir, inventar algo tranquilamente porque as aulas de Ética não fazem falta… E por aí vai. É. Jornalismo não tem impacto sobre as pessoas…
    Nunca fiquei doente… acho que vou reivindicar um diploma de médico. Devo saber lidar com as doenças. Ah! E o Lucas não tem e nunca teve cáries… ele pode ser Dentista. E minha mãe e minha sogra… Mestres em Gastronomia! Meu pai? Tem psicólogo melhor?Para que curso superior???

  2. kinem vc falou…eu penso que é uma palhaçada!
    maaas é a propria cova cavada pelo jornalismo brasileiro, pela falta de qualidade nos cursos superiores de jornalismo e com o descaso com a profissão dos proprios profissionais e da sociedade de um modo geral…o raciocinio é o seguinte: quando não tinha curso de jornalismo, não se formavam robozinhos, na escola do dia a dia, do rádio e depois da tv como não existiam regras pré estabelecidas se deiscutia sempre a forma e o conteúdo, hoje se ensina nas escolas formulas prontas dai formam robos que não pensam por si só.Tirando que se institucionalizou uma situação que já acontecia: Todo mundo se mete a ser jornalista. Qualquer especialista em algum assunto escreve num jornal, fala na TV com propriedade de jornalismo, isso porque os jornalistas se tornaram ,ao longo do tempo, especialistas em tudo, ao invés de mediadores sociais, se tornaram algo que não são por essencia: mensagem, e pior: mensagem superficial, burra e massificada.

  3. Carlão
    Só uma observação: os miltares podem ter regulamentado (e regulado!) a profissão por motivos errados. Não é difícil imaginar o que eles temiam e o que eles queriam controlar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s