Teorias de Lost: Brothers?

Estou recuperando o tempo perdido e assistindo, em DVD original e alugado, diga-se de passagem, as principais séries americanas. Ok… talvez não sejam as principais séries, mas são aquelas que causaram maiores repercussões e são sucesso de audiência, crítica e que de alguma forma marcam nosso cotidiano.

Nesse momento estou na terceira temporada de Lost, absolutamente encafifado* com os mistérios daquela ilha sobrenatural.  As teorias conspiratórias que tentam explicar o que diabos é aquele lugar até hoje não me convenceram. Vejamos algumas delas:

1 – A Ilha é um purgatório?
Não… não creio que a Ilha seja o local para pagar os pecados e assim garantir a vaga no Céu. Tudo bem que os martírios passados pelo grupo de sobreviventes se assemelham à um purgatório, mas… o que ursos polares estariam fazendo lá? Ursos pecam? Se estivéssemos falando do Zé Colméia e do Catatau seria aceitável, mas criaturinhas parecidas com o Knut não pecam. Só comem focas… e lambem os beiços sujos de sangue e óleo impermeabilizante.

2- É tudo alucinação?
Não creio que seja alucinação, sonho ou algo assim. É uma explicação simples demais para algo mais complexo. Para mim, soa mais como solução de ultima hora, para um filme no qual o roteirista está com preguiça de inventar algo melhor. Provavelmente haveria uma revolta geral caso algum dos personagens fosse mostrado acordando, colocando a mão na cabeça e esfregando os olhos, dizendo “Nossa.. que sonho terrível” e então fim de série. A Ilha NÃO É UMA ALUCINAÇÃO.

3 – A Ilha é base extraterrestre?
É perfeitamente possível, contudo não acredito muito nessa teoria. Apesar de acontecerem situações sobrenaturais, os ET’s devem ser deixados de lado. É muito mais empolgante imaginar que eles estão infiltrados, passando-se como donos de padaria, taxistas e professores (como em M.I.B) do que estarem usando uma Ilha deserta como base para experimento. Eles são muito mais espertos que isso. Tão espertos que usariam blogs e até o Twitter para interagir com os humanos.

Minha teoria preferida: É um reality show inovador e polêmico
Eu sei que não é a teoria mais verossímil, mas é a que eu quero acreditar. Pelo menos por enquanto. A Ilha é, na verdade, um gigantesco palco para um programa de televisão – britânico – no qual TUDO é permitido e nada é influenciado. As mortes não podem ser evitadas e tudo isso é mostrado, em pey-per-view, para toda uma audiência estarrecida e tomada pelo choque. Protestos estão sendo feitos em todo o mundo, mas como ninguém sabe onde fica a Ilha, é impossível impedir que o programa continue. Um verdadeiro reality-show, no qual o roteiro é escrito pela própria vida.

O local é proposital: uma ilha é, por definição, uma porção de terra cercada por uma porção maior ainda de mar. Perfeitamente controlável e vigiável. Tudo o que eles precisavam era de um bando de voluntários inocentes que nada soubessem.  Fazer o avião sofrer um acidente é fácil. Fazer parecer que foi um acidente também. As mortes são parte do show. Fale a verdade: é de fazer qualquer Boninho se matar de inveja, não é?

No final das contas, a única coisa que eu tenho certeza é: O Hugo “Hurley” é a versão humana (e crescida) do Hoagie – repare que até as iniciais são iguais. Não sabe quem é Hoagie? Calma, não se desespere. Ele é o gordinho de camisa preta e um dos personagens do jogo clássico da Lucas Arts chamado The Day of Tentacle. Duvida?

hoagieXhurley

Qual é a sua teoria? Em qual delas você mais acredita? Estaria eu surtando com o que escrevi sobre ser reality-show sádico? Deixe sua opinião aí nos comentários…

*Encafifado é mais uma gíria sob o patrocínio de Guaraná de Rolha: Seu avô sabe o que é.

PS: Já está me seguindo no Twitter? Está esperando o quê?

UPDATE: Acabei de ver o final da quarta temporada. Ok, admito, se aquela Ilha for realmente um reality show, ele deve ganhar um Emmy eterno na categoria efeitos especiais. O Boni teria um ataque epilético tentando copiar…

UPDATE 2: Hoje é dia 24 de maio e acabo de assistir ao último epísódio da última temporada. Pai Frank acertou? Não sei…. Se você caiu de paraquedas nesse texto, não sou eu que foi revelar. Mas Pai Frank é Pai Frank, até nas situações mais impossíveis. Pense nisso… Exato: Acertei o final NÃO ACERTANDO O FINAL. Incrível!

2 pensamentos sobre “Teorias de Lost: Brothers?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s