South Africa 2010: Os grupos

Tão emocionante quanto as eleições presidenciais, a Copa do Mundo da África do Sul será histórica, e por vários. Se a Copa de 2002 foi a primeira sediada na Ásia e por dois países ao mesmo tempo, em 2010 será a desvirginização do continente africano. A cerimônia de sorteio dos grupos realizada na última sexta-feira deixou claro que essa não será uma competição da África do Sul, mas sim de todos os povos que compõe o continente chamado África.

A cobertura do Ideia Fix começa hoje, com a análise dos grupos da primeira fase. Vamos ver quais foram os sortudos e os azarados da vez, os grandes jogos e algumas curiosidades:

Assim fica fácil classificar
O grupo mais fácil é, sem dúvidas, o da H, da Espanha. A Fúria terá como adversários Honduras, Chile e Suiça. É obrigação da atual campeã européia terminar essa primeira fase no topo da classificação, invicta e com um saldo de gols considerável. Vai ser também muito curioso acompanhar o grande clássico internacional Chile X Honduras. Pode convocar o Zamorano que ele dá conta sozinho.
Como bem disse Zé Cabala: “Garanto que deste grupo passa um país de língua espanhola. Pode me cobrar depois!”
Jogo imperdível: Chile X Honduras

Igualmente tranquilo é o grupo F, da Itália. Vai ganhar do Paraguai, Nova Zelândia e Eslováquia com relativa facilidade. Apesar da tradicional retranca dos italianos, não deve ser problema para Totti (que tem tudo para fazer da Copa seu retorno à azzurra), Quagliarella, Pirlo e cia liquidar os jogos e também classificar em primeiro. O único cisco no olho dos italianos será a Suiça, que saiu invicta da ultima Copa do Mundo. isto é… não tomou muitos gols, mas também não os marcou.
Jogo imperdível: Nova Zelândia X Eslováquia

Já a Holanda, no grupo E, terá a vida um pouco mais complicada, mas vai passar em primeiro. Enfrentará uma organizada seleção da Dinamarca, uma ascendente seleção do Japão e uma motivada seleção de Camarões. Não será um grupo técnico, mas me parece o grupo com mais raça. Camarões tem Eto’o e é minha aposta para segundo colocado no grupo, apesar da lógica prever a Dinamarca.
Jogo imperdível: Holanda X Dinamarca

A seleção da Inglaterra terá apenas um jogo emocionante no grupo C. Contra os Estados Unidos, colonizador e colono farão um bom jogo de abertura de grupo. Já contra Eslovênia e Argélia não deverão ter problemas.  É um pouco arriscado palpitar assim porque os ingleses vem de um fracasso histórico, que é a não classificação para a Eurocopa. Capelo, no entanto, parece que colocou ordem na casa e o material humano é de excelente qualidade. Só pra citar, Rooney, Joe Cole, Backhan, Frank Lampard…
Jogo Imperdível: Argélia X Eslovênia

Pedreira, páreo duro, osso… chame do que quiser. Fácil não é.
E chega de grupo fácil. Vamos aos mais emocionantes, começando pelos Bafa-Bafana. Parreira deu um azar tremendo, do tamanho das expectativas dos sul-africanos. Enfrentar França, México e Uruguai não será fácil, principalmente para uma equipe com sérias dificuldades de fazer gols. Os franceses devem garantir um primeiro lugar suado. Não aposto no segundo classificado.

A Argentina novamente não terá uma primeira fase tranquila. Logo de cara vão enfrentara Nigéria e pode ter certeza que, na preleção, vai rolar a famosa capa do Olé com os dizeres “Que venham os macaquitos“. Os nigerianos vão vir babando para ganhar esse jogo. Depois, confronto com os Sul Coreanos (teoricamente os mais fracos) e por fim os organizados gregos. Maradona que se cuide.
Jogo Imperdível: Argentina X Nigéria

De igual dificuldade, está o grupo do Brasil. Jogo de abertura tranquilo contra a Coréia do Norte. Jogo decisivo contra Costa do Marfim (de Merdba, digo, Drogba) e por fim, aquele que teoricamente vai decidir a primeira colocação, contra Portugal (olha aí o confronto colonizado versus colonizador novamente!). Particularmente, gostei desse grupo. Um grupo muito fácil (como foram os de 2002 e 2006) mascara a real condição técnica da equipe. Um grupo da morte, por outro lado, desgastaria desnecessariamente a equipe.
Jogo Imperdível: Brasil X Coréia do Norte

É realmente importante classificar em primeiro, já que o 2º colocado desse grupo pegará o 1º colocado do H (com quase toda a certeza, Espanha). Por outro lado, classificando no topo, a passagem para as Quartas de Finais parece garantida, já que enfrentaremos Chile, Honduras ou Suiça.

Ainda sobre esse grupo, os coitados dos norte-coreanos não vão ver a Copa. Tudo porque o babaca do ditador proibiu que os jogos passem ao vivo. Só vai permitir um compacto dos jogos que a Coréia do Norte ganhar, ou seja, nenhum.

Por fim temos o grupo D, da Alemanha. Esse é um grupo curioso. Gana e Sérvia vão dar trabalho para os germânico e não se surpreendam se a Alemanha terminar em segundo. Klose já está com 31 anos e não é mais aquele garoto das duas úçtimas Copas. Mário Gomes, apesar de bom jogador, pode sentir o peso de um campeonato mundial. Atenção também no golero, Tim Wiese.
Jogo Imperdível: Gana X Sérvia

A cerimônia
Quem acompanhou a cerimônia pela televisão viu belos vídeos, principalmente um que colocava animais africanos famosos jogando bola. Viu ta,bém um enorme fail por parte da FIFA. A festa foi toda conduzida por uma simpática apresentadora negra. Ela anunciou as danças típicas (sensacioanis, por sinal), os discuros de Mandela e dos presidentes Blá-Blá-Blater e Jacob Zuma. Quando chegou a hora de sortear as bolinhas, ou seja, a principal parte, ela foi substituida pela loirinha branquela Charlize Theron. Sim, a atriz nasceu na África do Sul, é uma estrela internacional  e mimimi mas… e daí? Já que carregaram no simbolismo, que elas dividissem desde o começo a condução. Seria uma cena antológica e muito bem vinda.

Vuvuzela, Bafa-Bafana, Jabulani
Prepare-se para a invasão de termos sul-africanos no ano que vem. Durante alguns meses, nosso vocabulário e ouvidos serão castigados com palavras totalmente diferentes e de fácil pronúncia, o que tornará as narrações do Galvão Bueno ainda mais insuportáveis. Isso sem contar aquele amigo do escritório metido a inteligente que vai falar que sabe tudo sobre os Bafana-Bafana e que já comprou sua vuvuzela paa os jogos do Brasil. Não ligue. Jabulani e bola para frente.

PS: A Globo é que tá feliz. Vai poder dizer, por pelo menos 1 ano, que o Brasil é G1 na Copa do Mundo. E não vão estar errados! Muito pelo contrário!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s