Iridossomatologia: Quando o olho fala

O grande trunfo da medicina no século XXI é a possibilidade de se prever, individualmente, que uma determinada doença vai se desenvolver. O Teste do Pezinho é só o começo dessa tendência, que muito se desenvolveu depois do Projeto Genoma. O raciocínio é simples. Quanto antes se detecta uma doença, mais chances de cura existe. Se você conseguir detectar essa doença antes que ela apareça, melhor ainda. Não é DuFuturo?

Os olhos, nesse sentido, são literalmente a janela da alma, e não só dela. A Iridossomatologia, além de uma palavra bastante estranha, é o nome que designa o estudo da Íris. E não me refiro à digníssima esposa do Silvio Santos. Através dessa parte do olho é possível analisar aspectos físicos, psíquicos e imunológicos do corpo. Isso segundo os especialistas na área, claro.

To de olho no sinhô…

São estudados e avaliados cerca de 15 vetores e eles indicam o grau de força ou debilidade de cada função. Todos os dados coletados são transportados para uma tabela, que os especialistas chamam de iridissomatograma (não, eles não podiam facilitar na pronúncia). Esses vetores recebem “notas” que vão de zero a mil.

Se a função receber nota superior a 931, fique tranquilo, está tudo bem. De 930 a 801 é aceitável (ou com restrições). De 800 a 531, é chamado de “função regular alta” e de 530 a 371, função regular baixa’. É ficar bastante atento se os níveis estiverem inferiores a 370. Significa “função ruim”. Depois que tudo é colocado na tabela, soma-se os valores para se tirar um avarege da situação total do corpo. Se der inferior a 5.501, você está realmente mal.

Mas o diagnóstico por iridossomatologia não depende só de gráficos e números. As cores também podem dizer bastante sobre sua condição de saúde. O seu olho só pode ser da cor azul, verde, mel ou marrom. Qualquer alteração nessa pigmentação já é sinal de patologia. Não é a toa que os médicos puxam nossas pálpebras para baixo durante aquele check up geral.

Você acredita no eficácia da Iridossomatologia? Não consegui achar muitas fontes para mostrar o assunto com mais detalhes. Seria muito bom se algum doutor em olhos – e que não seja somente um oftalmologista – fornecesse um reforço aqui.

Um pensamento sobre “Iridossomatologia: Quando o olho fala

  1. fiz corso de iridossomatologia pelo instituto gauer hoje não exerço a função mas
    foi uma esperiencia gradificante ver como essa tecnica de tão baixo custo pode
    prever doenças futuras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s