Opinix: Elis Regina

Explosão. Assim pode ser definida Elis Regina Carvalho da Costa, Elis ou Pimentinha.

Nascida em 17/3/1945 em Porto Alegre (RS) começou cantando ainda criança no rádio na capital gaúcha.

Em 1965 ganhou o I Festival Nacional de Música Popular Brasileira interpretando “Arrastão” de Edu Lobo. Ai ela explodiu de vez.

Marcando presença com sua voz firme, afinada e que variava de tons sem fazer muita força, Elis também tinha um outro componente que talvez, por isso, faça dela uma das maiores (quem sabe a maior) cantora brasileira de todos os tempos: A interpretação.

Ela tinha também um outro talento: Revelar jovens compositores. Nesta parte destacam-se Milton Nascimento, Gilberto Gil, Lô Borges e a apresentação do rei Roberto Carlos para a “turma” da MPB.

Entre seus sucessos destacam-se: O bêbado e o equilibrista, Upa Neguinho, Casa no Campo e muitos outros.

Em seu Velório em 1982 as ruas da cidade de São Paulo foram tomadas por milhares de pessoas, o que fez ela ser cortejada como um chefe de Estado.

Ela é mãe dos cantores Pedro Mariano e da bela Maria Rita.

Discografia

  • *(2004) Elis & Tom (reedição remixada) • Trama
  • *(2002) 20 anos de saudade • Universal Music • CD
  • *(1999) Transversal do tempo • Universal Music
  • *(1998) Elis vive • Warner Music • CD
  • *(1995) Elis ao vivo • Velas • CD
  • *(1994) Elis Regina no Fino da Bossa-Ao vivo • Velas • CD
  • *(1984) Luz das estrelas • Som Livre
  • *(1984) Elis vive • Elenco
  • *(1984) Nada será como antes. Elis Interpreta Milton Nascimento • PolyGram • LP
  • *(1984) Adoniran Barbosa • Eldorado • LP
  • *(1983) Elis Vento de Maio • EMI-Odeon • LP
  • *(1983) O prestígio de Elis Regina • PolyGram • LP
  • *(1983) A arte maior de Elis Regina • PolyGram • LP
  • *(1983) Elis Regina Interpreta João Bosco e Aldir Blanc • PolyGram • LP
  • *(1982) Me deixas louca/Baby face • Som Livre • Compacto simples
  • *(1982) 13th Montreux Jazz Festival • WEA
  • (1982) Trem azul • Som Livre
  • (1982) Elis Regina Carvalho Costa-Por um amor maior • Philips
  • (1981) Elis Regina e seus amigos em encontros históricos • PolyGram • LP
  • (1980) Alô, alô, marciano/No céu da vibração • WEA • Compacto simples
  • (1980) Se eu quiser falar com Deus/O trem azul • EMI-Odeon • Compacto simples
  • (1980) Elis • EMI-Odeon • LP
  • (1980) Saudade do Brasil • Elektra/WEA
  • (1980) Adoniran Barbosa • EMI-Odeon • LP
  • (1980) A arca de Noé • Ariola • LP
  • (1980) Raul Ellwanger • WEA • LP
  • (1980) Os Borges • EMI-Odeon • LP
  • (1979) O bêbado e a equilibrista/As aparências enganam • WEA • Compacto simples
  • (1979) Elis Especial • Philips
  • (1979) Elis, essa mullher • WEA
  • (1979) O melhor de Elis Regina • PolyGram • LP
  • (1978) Transversal do tempo • Philips
  • (1978) Clube da esquina 2 • EMI-Odeon • LP
  • (1977) Elis • Philips
  • (1976) Falso brilhante • Philips • Compacto Duplo
  • (1976) Falso brilhante • Philips
  • (1975) A arte de Elis Regina • Phonogram • LP
  • (1975) Música popular do sul-disco 1 • Marcus Pereira • LP
  • (1974) Elis • Philips
  • (1974) Elis & Tom • Philips
  • (1974) Lupcínio Rodrigues na interpretação de Caetano Veloso, Elis Regina, Gal Costa, Gilberto Gil • Philips • LP
  • (1973) Elis • Philips
  • (1973) Elis Regina Série Autógrafos de Sucesso nº 2 • Phonogram • LP
  • (1973) Phono 73-O canto de um povo-disco 2 • Philips • LP
  • (1972) Águas de março/Entrudo • Philips • Compacto simples
  • (1972) Elis • Philips
  • (1972) Os maiores sambas-enredo de todos os tempos vol. II • Philips • LP
  • (1971) Osahah/Nada será como antes/A fia de Chico Brito/Casa no campo • Philips • Compacto Duplo
  • (1971) Ela • Philips
  • (1971) Os maiores sambas-enredos de todos os tempos • Philips • LP
  • (1970) Madalena/Fechado pra balanço/Falei e disse/Vou deitar e rolar • Philips • CD
  • (1970) Elis no Teatro da Praia com Mieli & Bôscoli • Philips
  • (1970) Em pleno verão • Philips
  • (1969) Elis nº 1 • Philips • Compacto Duplo
  • (1969) Casa Forte/Memórias de Marta Saré • Philips • Compacto simples
  • (1969) Perdão não tem/Vexamão • Philips • Compacto simples
  • (1969) Aquarela do Brasil • Philips
  • (1969) Elis Regina in London • Philips
  • (1969) Elis, Como e Porque • Philips
  • (1969) O conjunto de Roberto Menescal • LP
  • (1968) Elis Regina em Paris • Philips • Compacto Duplo
  • (1968) Yê-Melê/Upa, neguinho • Philips • Compacto simples
  • (1968) Samba da benção/Canção do sal • Philips • Compacto simples
  • (1968) Lapinha/Cruz de cinza, cruz de sal • Philips • Compacto simples
  • (1968) Elis Especial • Philips
  • (1968) Elis Regina-La Regina Della Canzione Brasiliana • CBS • LP
  • (1968) I Festival Universitário de Música Popular Brasileira • Philips • LP
  • (1968) I Bienal do Samba • Philips • LP
  • (1967) Travessia/Manifesto • Philips • Compacto simples
  • (1967) Dois na Bossa nº 3 • Philips
  • (1967) Garota de Ipanema • Philips • LP
  • (1967) 3º Festival da Música Popular Brasileira • Philips • LP
  • (1966) Canto de Ossanha/Rosa morena • Philips • Compacto simples
  • (1966) Ensaio geral/Jogo de roda • Compacto simples
  • (1966) Upa, neguinho/Tristeza que se foi • Philips • Compacto simples
  • (1966) Saveiros/Canto triste • Philips • Compacto simples
  • (1966) Menino das laranjas/Último canto/Preciso aprender a ser só/João Valentão • Philips • Compacto simples
  • (1966) Saveiros/Jogo de roda/Ensaio geral/Canto triste • Philips • Compacto Duplo
  • (1966) Elis • Philips
  • (1966) Dois na Bossa nº 2 . Elis Regina e Jair Rodrigues • Philips
  • (1966) Viva o Festival da Música Popular Brasileira • LP
  • (1966) Festival dos Festivais • Philips • LP
  • (1965) Menino das laranjas/Sou sem paz • Philips
  • (1965) Arrastão/Aleluia • Philips • Compacto simples
  • (1965) Zambi/Esse mundo é meu/Resolução • Philips • Compacto simples
  • (1965) Dois na Bossa • Philips
  • (1965) O Fino do Fino • Philips
  • (1965) Samba eu canto assim • Philips
  • (1965) A bossa no Paramount • LP
  • (1963) O bem do amor • CBS
  • (1963) Ellis Regina • CBS
  • (1963) Elis Regina • CBS • LP
  • (1962) Poema • Continental
  • (1961) Viva a Brotolandia • Continental

* Álbuns póstumos

Quer ver seu artista preferido aqui na coluna? Escreva para: opinix@yahoo.com.br ou deixe nos comentários

O seu pedido será avaliado antes de ser publicado quanto a pertinência e importância do artista.

www.twitter.com/carlaojr

(Pitaco do Frank: Não é exagero chamar Elis de explosão. De fato, ela foi um furacão de atitude. O tipo do cometa raro: passa uma vez, encanta todo mundo e quando some, nunca mais é esquecido. Uma lenda…

Recomendo a leitura de Furacão Elis. Uma biografia simpática, simples e direta do estilo Elis Regina de ver a vida).

Um pensamento sobre “Opinix: Elis Regina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s