F1 2011: Silverstone, Inglaterra

E o histórico circuito de Silverstone viu uma boa corrida, mas um pouco abaixo da tradição do GP inglês.

Vettel vinha tranquilo para mais uma vitória, escoltado por Webber que praticamente cedeu a ponta na largada para o seu companheiro de equipe.

E essa tranquilidade, terminou na segunda parada quando o macaco não funcionou e o alemão ficou paradinho no boxe. Ai foi a deixa para Alonso e a Ferrari, que parece que colou de vez na Red Bull, assumir a liderança e vencer a prova. Vettel terminou em 2o (finalmente!) e Webber ficou em 3o.

Já a Mclaren não esteve em um final de semana feliz correndo em casa. Hamilton que largou em décimo conseguiu dar uma boa escalada, mas a economia de combústivel forçada pela equipe, no final, tirou rendimento do carro.

O outro piloto da equipe, Button, vinha fazendo uma corrida tipicamente inglesa, ou seja, burocrática até a pistola de colocar o pneu não funcionar e ele ficar com uma roda bamba na saida do segundo pit e ficar a pé.

Massa que dominou Alonso em praticamente todos os treinos teve uma atuação apagada. Registre-se que a Ferrari foi certinha com ele e na última volta o brasileiro teve uma boa disputa com Hamilton pela 4a posição. O inglês acabou jogando o brasileiro para fora da pista e Massa terminou em quinto. Polêmica a vista??

Rubinho tomou pau do Maldonado!!! No treino e na corrida. Para Rubinho!! Para o seu próprio bem, meu filho.

Outras citações

Sergio Perez foi muito bem com a sua Sauber, terminou em sétimo. É bom de braço o mexicano.

E mais uma vez, tivemos o pancadão do Schumachão. Dessa vez, em cima do Kobayashi. E lá foi o vovô alemão pagar punição. Rimou!!

O campeonato

Vettel 204 pts; … cordilheira dos Andes… Webber 124 pts; Alonso 112 pts; Hamilton/Button 109 pts; Massa 52 pts;

Próxima corrida: GP da Alemanha, dia 24 de Julho em Nurburgring

2 pensamentos sobre “F1 2011: Silverstone, Inglaterra

  1. O Vitor Sérgio, do Esporte Interativo, soltou um comentário no Twitter dizendo que o rádio da Red Bull pediu para o Webber, sutilmente, “remain the gap” – ou, em tradução livre, “mantenha a diferença”.

    E eu achando que não tinha jogo de equipe com seu Christian Horner…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s