Teixera só defeca porque sabe sua estratégia

A Revista Piaui soltou o buscapé do ano (até agora). Uma longa e precisa matéria sobre o presidente da CBF, Ricardo Teixeira. A entrevista – que você já deve ter visto por aí, ao menos os trechos mais impactantes – provocou uma onda de protestos pela queda do “poderoso chefão” como nunca se viu. Até agora nenhuma delas surtiu o efeito desejado, mas ao menos servem para refletirmos. Aqui vai o que penso sobre o assunto:

Desde que assumiu a presidência da CBF, Ricardo Teixeira manteve uma estratégia: tornar a entidade independente financeiramente e forte politicamente. Conseguiu, com louvor. Não me cabe discutir os métodos usados, mas ainda sim, não dá para negar que consegui.

Dentro desses anos todos, os títulos vieram, muito em função da geração que se formou nesse período. Desde 1989 (quando começou o mandato), foram 2  Copas do Mundo na conta (além de 2 eliminações para seleções tradicionais que, coincidentemente, viriam a ser vice-campeões e 1 derrota para a Argentina), 3 Copas das Confederações, 2 mundiais sub-20 e 3 sub-17. Nem vou contar Copa América e outros títulos…

O currículo de títulos é farto, as contas ficaram melhores, o campeonato nacional ficou relativamente organizado. Trouxeram a Copa novamente pra cá. E ainda tiveram coragem para substituir o “mata-mata” pelos pontos corridos, um avanço, sem dúvida. É por isso que Teixeira está “cagado” para as denúncias contra ele. No fim das contas, sabe que fez um bom trabalho.

É claro que se há suspeitas quanto as métodos usados (como disse acima), deve-se investigar, ir até o fim, pegar os culpados. Saber se a população foi lesada, se o dinheiro público envolvido foi parar nos bolsos de quem não deveria… Trabalho de polícia mesmo!

Mas, na minha modesta opinião, o erro (e agora não estamos falando de mau caratismo) mais visível de Ricardo Teixeira foi o de não corrigir a estratégia. Depois de estável financeiramente, a CBF deveria ter voltado seus esforços para as categorias de base e para o futebol feminino. Não custa lembrar que NUNCA ganhamos a tão sonhada medalha de ouro nos Jogos Olímpicos e as meninas (as periquitas), passam por tudo aquilo que vocês estão carecas de saber… Tenho certeza que a revolta de hoje não teria essas proporções.

Ainda dá tempo de Ricardo Teixeira limpar sua imagem e sair da CBF pela porta da frente. Basta que prove ao mundo que as tintas não são tão fortes quanto pintam. A questão é que… bem… ele está cagando pra isso.

2 pensamentos sobre “Teixera só defeca porque sabe sua estratégia

  1. Pingback: Teixera só defeca porque sabe sua estratégia | Notícias / ZiiPe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s