F1 2011: Suzuka, Japão

O inevitável era questão de tempo. Sebastian Vettel trucidou o campeonato, não tomou conhecimento dos oponentes e, com toda a justiça, é campeão mundial mais uma vez. Número 1!

Na largada, Vettel jogou o carro pra cima de Button. Não vi absolutamente nada que justificasse uma punição. Ele simplesmente fechou a porta, caso o inglês tentasse alguma coisa. Com isso Hamilton aproveitou e ultrapassou o companheiro de equipe. Massa manteve-se na frente de Alonso por algumas voltas, mas a asa móvel foi implacável.

Algo que ficou bem claro em 13 voltas é que os pneus macios desmancham rapidinho. Button, um mestre na arte de poupar borracha, fez bom uso dos seus e passou o companheiro de equipe. Troca-troca na Mclaren.

Rosberg brigava lá nas últimas posições. Hora era 19º, hora era 17º. Bom citar também  situação de Webber, preso atrás de Massa. Se o carro não é tão diferente (creio que não seja), como pode ficar preso atrás da fase horrível do brasileiro?

Buemi perdeu a roda. Uma linha pra ele, mastro Zezinho.

E com 2 paradas nas primeiras 21 voltas, houve inversão de líder. Button na frente de Vettel. Pena que essa briga não se estendeu ao longo do campeonato. Muita elegância e audácia em disputa.

Enquanto isso, Massa tentou a ultrapassagem no maluco do Hamilton, que não se deu por vencido e fechou a porta de forma meio agressiva. As rodas rasparam, saiu uma fumacinha e um pedaço de carro saiu voando. Porra Hamilton, comprou a carta aonde? Nos brinquedos do parque de diversão?

Bruno Senna e Barrichello não fizeram nada digno de nota. Pra não dizer que não falei de flores que estou de má vontade, vale anotar no caderninho que o Senna largou na frente, mas Rubinho reverteu a desvantagem.
A Lotus/Renault (ou Renault/Lotus? Espero que resolvam essa confusão de nomes pra próxima temporada) parecia promissora, mas ainda não deu um carro razoavelmente bom para Senna. Nem para Petrov (outro que fez uma corrida me mais ou menos).

A Force India vem surpreendendo nessa temporada. É, sem medo de errar, uma equipe mais preparada que a Williams do meu xará. Di Resta e Sutil vem rondando a zona de pontuação constantemente.

Vale a pena dar mais um parágrafo para a situação de Felipe Massa na Ferrari: Massa largou em quarto, esteve em sétimo. Alonso largou em quinto, esteve em segundo. Dessa vez não dá pra culpar a escuderia.

Nas ultimas voltas, Alonso tentou um último esforço, um suspiro de vida e sangue nos olhos para passar Button e ganhar a corrida. Mas o inglês soube administrar, deixou o espanhol esfolar o pneu no asfalto e, quando necessário, aumentou o ritmo. Logo…

COMEMORA JENSON BUTTON! ESTOURA O MUMM… VOCÊ E SUA MCLAREN VENCERAM O GP DO JAPÃO! 

O touro Alonso chegou em segundo, e o grande campeão da temporada chega em terceiro. Assim…

COMEMORA SEBASTIAN VETTEL! LEVANTA ESSE TROFÉU, PORQUE VOCÊ E SUA FANTÁSTICA RED BULL VENCERAM O CAMPEONATO MUNDIAL PELA SEGUNDA VEZ! A TEMPORADA 2011 É SUA MEU GAROTO!

Bem… o título tem dono, mas o vice-campeonato está aberto. A disputa paralela que agora continua está assim: Button (210 pts), Alonso (202 pts), Webber (194 pts), Hamilton (178 pts).  

Próxima corrida: 16 de outubro, Yeongam, Coréia do Sul

Sobre o campeão:

Falemos um pouco sobre o piloto. Não vou endeusar o alemão só porque ele é bicampeão do mundo. O segredo dele é simples: Vettel usa sua mais forte característica para não precisar encarar seus defeitos.  Ele é rápido e tem um carro rápido/equilibrado. Assim, passa brincando pelo qualify e durante a corrida vai passear de cara pro vento, apreciando a vista do circuito. Desta forma, não precisa se preocupar com um bico de carro no seu retrovisor ou logo a frente, bloqueando o caminho, fazendo pressão e ativando a ansiedade. Se continuar assim, tem tudo para se tornar uma lenda da F1. Se é que já não é.

Duvida do meu último parágrafo? Alguns números citados pelo @flaviogomes69: Vettel ganhou 15 de suas 19 corridas largando na pole. Liderou 582 de 839 voltas neste ano, 69%.

Eis a magia.

 

Informação do Carlão: Campeonato de F1 por nações: Grã Bretanha-15 títulos; Alemanha- com o bicampeonato de Vettel- 9 títulos; Brasil- 8 títulos; Argentina- 5 títulos; França e Finlândia 4 títulos; Aústria 3 títulos; Espanha 2 títulos;

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s