Jornalismo Popular: Hannibal

A minha série de posts favorita e, curiosamente, a que menos fez sucesso nesse blog está de volta! O Jornalismo Popular vai te mostrar notícias que não tem importância alguma e que você não verá nos principais telejornais do país, mas são extremamente curiosas.

Essa série teve início com o caso da batida de carro causada pelo excesso de beleza de uma moça. Como um menino tarado poderia provocar uma tragédia?

O caso de hoje é muito ao estilo “a vida imita a arte. Ou vice-versa”.

Casos de violência contra a mulher são gravíssimos, mas vale analisar essa nota sob outro ponto de vista:

Como é que o marido mordeu a boca da mulher? Foi um “vem cá querida me dá um beijinho” e… NHOC? Que diabos? O cidadão resolveu se inspirar e imitar o Dr. Hannibal Lecter?

Outa coisa: Se a convivência está “insustentável”, como é que a mulher decidiu não representar contra o marido? Poxa vida…. sabemos que é complicado, há muito mais questões envolvidas do que uma simples denúncia, mas… se ela mesma admite que está difícil…

Gostou dessa? Não deixe de acompanhar os outros capítulos:

O Rapa na casa
Irresponsabilidade tripla
Homem Pássaro 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s