F1 2011: Abu Dhabi, Emirados Árabes

Abu Dhabi poderia ser o nome completo do macaco amigo do Aladdin, mas é apenas mais um circuito no qual os pilotos mais famosos do planeta tentariam acabar com o paradigma de correr atrás do Vettel a temporada toda.

E tiveram que contar com a ajuda de entidades divinas.

Vettel largou bem, mas inexplicavelmente o pneu estourou. Ele não tocou em ninguém, não saiu no traçado…. não fez nada diferente daquilo que sempre fez. Arrastou-se pela pista e, ao chegar ao box, ficou bem visível que a suspensão traseira estava em frangalhos. Como disse, só a força divina para fazê-lo abandonar.

Sem o alemão, Hamilton assumiu a liderança. Deve ter aberto um sorriso gigante dentro do capacete. Button e Webber disputaram posições, com direito a duas ultrapassagens entre eles. Melhor para o inglês.

Alonso também pareceu ganhar uma injeção de ânimo com a saída de Vettel. Em segundo, iniciou a perseguição ao inglês líder. Pressão, claro, nos critérios de Abu Dhabi.

Bruno Senna merece apenas esse parágrafo se não fizer nada melhor. Foi MUITO mal na largada e foi obrigado a se esforçar pra passar Timo Glock e sua poderosa Virgin. A que ponto chegamos?

Enquanto o Buemi e o DiResta ficam brincando de ultrapassar um ao outro, vou ali tomar meu café da manhã, caso contrário vou babar no teclado. Emoções.

Então, né…

Opa, agora sim. Button e Webber mais uma vez travaram briga por posição. Contou, inclusive, com um toque entre eles, com o inglês se dando bem novamente.

Fato rápido: Na volta 26, Pastor Maldonado tinha ganhado 12 posições em relação a largada. Só que o cidadão estava meio fora de suas faculdades mentais ideais. Ignorou 2 bandeiras azuis, quase bateu, sozinho, na saída dos boxes e por pouco não atropelou a placa que indica o DRS. Tá danado!

Volta 31. Felipe errou o traçado e permitiu a ultrapassagem do Webber (o australiano tinha perdido tempo e a posição no box algumas voltas antes). Na curva seguinte, Massa tomou a posição de volta. Bonito de ver, já que ficaram lado a lado.

Rubinho, por outro lado, largou em 24º. Pior posição na (longa) carreira. Com a limitadíssima Williams, no entanto, foi pacientemente passando um a um, até chegar, na volta 35, a posição de número 10, DENTRO DA ZONA DE PONTUAÇÃO. Excelente Rubinho! Terminou em 12º.

Massa rodou. Sozinho. Dai-me paciência.

No ultimo pitstop, Hamilton entrou primeiro. Alonso tinha por obrigação jogar todo o peso do corpo no acelerador e correr como se fosse seu último GP. Mas na hora de entrar no box, tinha uma Hispania no meio do caminho. Some isso ao fato de que a parada não foi exatamente ligeira e…

COMEMORA LEWIS HAMILTON! VOCÊ E SUA MCLAREN VENCERAM O GP DE ABU DHABI! SAI ZICA!

Fernando Alonso chega em segundo e Button completa o pódio.

Chegaremos a última corrida do campeonato com a disputa pelo vice dessa forma: Button (255 pts), Alonso (245 pts), Webber (233 pts), Hamilton (227 pts).

E a última corrida é em casa. Dia 27 de novembro nos vemos no Grande Prêmio do Brasil, pra terminar a temporada 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s