F1 2012: GP da Coréia do Sul.

Num GP modorrento e sonolento, Vettel domina e conta com seu escudeiro Webber para usurpar a liderança do campeonato de Dom Alonso das Astúrias. Massa faz outro corridão e chega em quarto.

O estilo até pode ser o de Gangnam, mas a presença do publico foi tipicamente coreana para a F1. Os buracos nas arquibancadas foram testemunhas da boa largada de Vettel, que tomou de assalto a pole de Webber. Viram também Alonso emparelhar e assumir a terceira colocação, depois de dividir a reta com Hamilton.

Kobayashi tomou uma bela dose de “chá de Grosjeanina”, e num belo spare, tirou Rosberg (que fica fora de um GP na primeira curva pela segunda vez seguida) e estropiou a suspensão e o pneu do sempre cuidadoso Button. Alemão e inglês caminharam juntos pelo boxes. Bonito. Devia estar combinando dar um cacete no japonês.

Na primeira parada (com 15 voltinhas apenas), Hulkenberg saiu de sua vaga imediatamente a frente de Grosjean, que foi obrigado a fritar pneu. Pelo gesto, mandou o piloto da Force Índia plantar chuchu. Na saída dos boxes, Alonso quase tocou em Perez. No embalo, Hamilton, agressivo, partiu pra cima e, com a faca nos dentes, também passou o mexicano. Movimentos para prender a respiração. Nos dois casos, as distancias foram mínimas. Que perigo.

Tem equipe que é tão desnecessária que ninguém percebeu que o Pedro de lá Rosa, da HRT, abandonou. Informei.

Bom pega na volta 19 entre Pastor Maldonado e Grosjean. Parecia aqueles dog fights da II Guerra Mundial, mas sem os tiros. Melhor pro francês que usou a asa móvel e conseguiu passar.

Hamilton relatou problema de downforce dianteiro. Foi perceptível a perda de rendimento, ficando cada vez mais para trás. Massa passou como se estivesse num carrossel. Se bem que no carrossel não tem ultrapassagens, rs. O próximo da fila foi Raikkonen. Fez o clássico. Colou, tirou de lado e passou. Mas olha só. O finlandês tomou o troco. Boa briga. O inglês se defende como pode e vai pro box.

Rapaz… Vocês viram a joelhada do Anderson Silva? Fiquei na duvida se foi no nariz ou no queixo. No fim, descobri que foi no glorioso plexo solar mesmo. O nível da corrida está tão bom que vale mais a pena falar do UFC…

Nas quatro primeiras posições, Webber ensaiou encostar no Vettel, assim como Massa diminui alguns décimos para Fernando Alonso. É o típico caso de chegar é uma coisa e passar é outra completamente diferente. E por falar em alemão, o pneu desgastado cobra seus impostos. Belíssima fritada, hein Sebá?

Massa chegou a fazer 1,5″ abaixo do tempo do Alonso. É muita coisa. Suficiente pata a Ferrari mandar a buzina do Chacrinha pelo rádio e dizer: “Amigo, menos. Teu pé está muito pesado. Fica só na escolta”. E estão certos. Pode ser frustrante ver o Felipe num ritmo melhor (bem melhor, diga-se) e não poder passar, mas se batem, o time todo vai pro buraco, jogando no lixo o trabalho de um ano todo. O papel do Massa agora é trabalhar para a equipe. Ponto.

Não foi dia de Hamilton, definitivamente. 3 paradas, algumas fritadas… Até o carpete que simula grama (!!!) na lateral da zebra se soltou e foi parar no carro do inglês. Parecia rabiola… Deve ser estranho estar em uma equipe, já estando acertado com a concorrência. Climão maneiro.

Últimas voltas. Diz a equipe para Vettel: “Sebastian, I’m sorry to be on your case, but we’re quite worried here. You will not know when its too late, not know when its tool late”. Ou seja, estão muito preocupados. Não tem jeito de descobrir quando vai acontecer (provavelmente a quebra ou o pneu estourando). E, quando acontecer, será tarde demais. Shiiiiiii…. Tocaram as trombetas do apocalipse.

E mesmo com diversos avisos para tomar extremo cuidado com o pneu esquerdo… PAAAAASSSA SEBASTIAN VETTEL!!!! PAAAAAASSSSA MARK WEBBER!!!!! DOBRADINHA DA RED BULL NA COREIA! Dobradinha chifruda!!! Vibração intensa nos boxes! O campeonato tem um novo-velho líder!

Alonso chega em terceiro e respira tão aliviado quanto pode. Ao menos terminou a prova pontuando bem. Massa faz mais um corridão e termina em quarto, mas com gostinho de pódio. Com o ritmo que tinha, facilmente encostaria no australiano.

Bruno Senna termina na P15, imediatamente depois do seu companheiro de equipe. Muito triste ver a Williams andando tão lá atrás… O sintoma de que o carro não está bom é ver os dois pilotos da equipe andando junto com as carroças.

O campeonato ficou assim: Novo líder Sebatian Vettel (215 pts) Fernando Alonso (209 pts), Kimi Raikkonen (167 pts), Lewis Hamilton (153 pts), Mark Webber (152 pts), Jenson Button (131 pts).

O campeonato de construtores também segue quente: Red Bull Racing (367 pts), Ferrari (290 pts), McLaren Mercedes (284 pts), Lotus-Renault (255 pts), Mercedes (136 pts), Sauber-Ferrari (116 pts), Force India-Mercesdes (89 pts), Williams Renault (58 pts) e a encerrando a fila dos que pontuaram, STR-Ferrari (58 pts).

Para a próxima corrida vamos viajar para Nova Dheli, porque dia 28 de outubro tem o GP da Índia, onde fui em férias passear.

Vettel acaricia o touro. Novamente ninguém a frente dele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s