Super Bowl XLVII: Os corvos voam alto ou 49 motivos para não desistir

Mais um Super Bowl! O jogo que pára um pais e boa parte do mundo colocou dois irmãos, lado a lado. Jim e John Harbaugh são os técnicos principais de, respectivamente, San Francisco 49ers, da Conferência Nacional e Baltimore Ravens, representando a Conferencia Americana. Era o Super Harbaugh Bowl! O palco era Nova Orleans, no mítico Superdome.

O primeiro tempo foi inteiro dos Ravens. Sem nenhum first down na primeira jogada (cometendo, inclusive, uma falta que barrou uma boa jogada de ataque), bola devolvida aos corvos, que não desperdiçaram. TD pelo meio, numa bela recepção aérea de Anquan Baldin.

O FG não aliviou muito a barra do 49ers, que continuaram inseguros no ataque e desatentos na defesa. Foi um custo para os vermelhos de San Francisco conseguirem um sack. Do outro lado, Joe Flacco mostrava tranqüilidade e precisão, de dar raiva nos adversários (e torcedores). Bolas aparentemente perdidas encontravam a mão dos receptores quase que milagrosamente. Pitta, sozinho na end zone, recebeu para o segundo TD da noite. 14 a 3.

O buraco estava tão grande que o lançamento de Kaepernick, que iria direto para um TD, encontrou os braços de Crabtree, do próprio 49ers, interceptando o passe. Que fase! E como se não bastasse, o QB dos Niners sofreu um interceptação. Bola torta e com força demais. Ridículo.

Na última pá de cal, faltando pouco pro fim do primeiro tempo, Flacco lançou uma bomba para Jacoby Jones. Lançou muito longe, mais de 55 jardas. A recepção foi milagrosa e, como ninguém encostou nele, cidadão levantou, fintou 2 e correu para mais um touchdown. Inacreditável 21 a 3. Lavada. Uma das jogadas da partida, com certeza.

Jacoby

Na ultima jogada do primeiro tempo, Kaerpenick não lançou para Crabtree e o FG convertido por Akers deixou o placar em 21 a 6.

Fim do primeiro tempo. Show do Ravens, defendendo com competência e vendo seu QB brilhar. Nos Niners, faltas, turnovers e nervos a flor da pele. O Harbowl vai sendo vencido pelo irmão mais velho.

Luciana Naomi, torcedora dos Niners, comentou: “Primeiro tempo em que o Ravens sambou na cara dos Niners. Foram ajudados pelos erros dos Niners“.

O massacre não parou. No retorno do kickoff, Jones correu 108 jardas para TD. Vou repetir, CENTO E OITO JARDAS. O campo tem 110. 28 a 6. Caixão fechado?

Ravens Jones runs for a touchdown against the 49ers during the NFL Super Bowl XLVII football game in New Orleans

E a agonia franciscana demoraria mais para acabar. Acabou a luz no Superdome. Jogo paralisado no começo do terceiro quarto. 36 minutos parados. Que vergonha, hein?

Kaepernick resolveu correr com a bola. 2 first downs com as pernas. Os lançamentos para Davis e Crabtree voltaram a ter força e este último quebrou 2 tackles antes de pisar na endzone. Touchdown e placar em 28 a 13.

Kickoff ridículo dos Ravens e o retorno direto para a red zone. Bola para Frank Gore e MAIS UM TOUCHDOWN. A luz voltou também para os 49ers? 28 a 20. Quem diria?

E na joga seguinte…. FUMBLE dos Ravens! Jogada recuperada. Lançamentos para endzone mal sucedidos. Akers no FG, sem sucesso! Mas tem falta nele! Mais 5 jardas e segunda tentativa. Lá dentro do Y. 28 a 23. E o Superdome assiste a passagem de mais um furacão, que dessa vez não traz mortes e sim nova vida aos Niners!

Depois do terremoto, excelente avanço dos Ravens. Bola na linha de uma jarda, mas a defesa do 49ers conseguiu segurar as 3 descidas. Tucker converte um FG fácil e certeiro. Placar em 31 a 23.

Avanço do 49ers, alternando corridas de Gore com lançamentos em media distancia. Kaepernick resolveu… resolver. O ligeirinho de SF acelerou e cruzou a linha bendita. Touchdown SF. Entretanto, falhou a tentativa de conversão para 2 pontos e assim, o placar fica em 31 a 29.

Jogada de ataque dos Ravens. Apesar das faltas do adversário, os corvos produziram apenas uma boa posição de campo para Tucker converter seu FG. 34 a 29.

Bola na mão de Kaepernick, faltando 4:19 para o fim da épica batalha. Excelente lançamento para Crabtree. Bom avanço. Jogada seguinte é na mão de Frank Gore, que correu como se não houvesse amanhã. Tackle Baltimore. E primeira para o gol na pausa do Two-Minute Warning.

NADA! Três bolas lançadas, três passes incompletos! O Baltimore Ravens está muito perto de vencer o SuperBowl 47! Ih rapaz… as zebras não viram a interferência!

Nada de avanço pros Ravens. Punt, não é? OU NÃO! Jogada genial do Ravens! Aceitaram o dois pontos contra (safety) e ganharam segundos preciosos. 4 segundos agora… Chute… corrida… escapa de um, dois tackles e mais nada!

BALTIMORE RAVENS CAMPEÃO DO SUPERBOWL XLVII!!! RAY LEWIS, O MELHOR LINEBACKER DA HISTÓRIA DÁ ADEUS AOS CAMPOS NO TOPO DO MUNDO! FLACCO PERFEITO NA PÓS TEMPORADA!

Que jogo amigos, que jogo! Mais uma vez a história foi escrita diante dos nossos olhos. Placar final: Baltimore Ravens 34 x 31 San Francisco 49ers. MVP do jogo? Joe Flacco, que agora figura entre os principais QBs em atividade. Só tem fera com ele…

E a minha segunda temporada acompanhando a NFL termina épica. Cada dia esse jogo me apaixona mais.

Flacco

3 pensamentos sobre “Super Bowl XLVII: Os corvos voam alto ou 49 motivos para não desistir

  1. Vibramos muito aqui. O Pedro torcendo pros Ravens, o Gui pros 49ers e eu torcendo pros dois lados! Como se pode imaginar, um irmão passou metade do jogo zoando o outro, depois do blackout o segundo irmão passou a zoar o primeiro e eu pude zoar os dois! Super Bowl nunca decepciona, embora sinta falta dos bons tempos de Bruce Springsteen no intervalo…Ótimo post, deu pra sentir como se estivesse assistindo o jogo novamente! Quem sabe ano que vem o meu Dallas Cowboys resolve fazer bonito e participar desse épico evento que mobiliza pessoas do mundo inteiro.

      • Sensacional!

        Eu sou 49ers (foi mal Pedro…) e sofri demais. Do desanimo profundo a uma esperança quase inacreditável! Hahahaha… Antigamente houve um Toogood jogando na NFL. Hoje um Pitta cruzando a endzone! Hahaha

        E o que é melhor: ano que vem tem mais! Se possível, com nosso querido Tony Romo em melhor forma.

        Grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s