F1 2013: GP do Japão

9 dedos (e uma unha) na taça. Assim está Vettel, que venceu mais uma. Webber e um bravo Grosjean completaram o pódio de um animado GP em Suzuka. Circuito de tradição é outra história!

Largada com o hashi nos dentes. Webber, na ponta, fechou a porta para Vettel (por que abriria, não é?). Hamilton tentou o meio, passou pelas Red Bulls e teria conseguido a ponta se não fosse um toque com o pneu traseiro na asa frontal do alemão. Abandonou 8 voltas depois.

Um enorme “merci” fez Grosjean, que, por fora, ganhou 3 posições e assumiu a dianteira da fila. Destaque para a largada suicida de Sutil. Em último, acelerou no meio da galera, furando a fila de carroças, e ganhou 5 posições logo de cara. Maluco. Saquê batizado, só pode ser.

E traz o sal grosso para a Mercedes! Liberado pelo “pirulito”, Rosberg acelerou e quase acertou um ágil mecânico da Lotus e um inocente “Checo” entrando para a troca de pneus. Punido, teve que passar pela agonia da lentidão do pitlane.

Na dança do box, Felipe manteve-se à frente de Alonso, mas perdeu posição para Hulkemberg (boa garoto!). Webber ficou na frente de Vettel e Grosjean na frente de todo mundo.

Excelente briga pela 4a posição: Ricciardo puxou a fila por um bom tempo. Foi pressionado no limite por Hulkenberg, até ser ultrapassado. Alonso ficou atrás de Felipe também por um bom tempo, até usar a asa e passar, tanto pelo brasileiro quanto pelo australiano (e futuro rubro-taurino).

Massa teve que segurar a bronca de um faminto Gutierrez. Dividiu curva roda a roda com o mexicano. Pneu fora da pista! Segurou no braço! Isso é Suzuka!

Mais uma rodada de pits e a configuração muda: Webber bem na frente, com Grosjean e Vettel depois. O futuro tetracampeão apertou o passo, volta a volta encostou no francês e, se pudesse, teria passado por cima. Abriu a asa e ultrapassou, com tranquilidade, na primeira oportunidade que teve.

Webber não tentou fechar só com duas paradas e agora, em terceiro, corria atrás do prejuízo. Com pneus macios (e novos), o Canguru veio com vontade pra cima do pobre Grosjean. Na primeira tentativa sucesso da defesa! Na segunda também! Vettel sorri por debaixo de seu capacete brilhante. Porra Webber! Perdeu a terceira chance de passar COM ASA ABERTA!

ARRE! PASSOU! CINCO tentativas (e uma chance de vitória no lixo) depois, Webber passa Grosjean. Vettel, com um pneu médio e em pior estado, passou na primeira. Ta aí a diferença…

E um campeão também tem sorte: SEBASTIAN VETTEL E SUA RED BULL VENCEM O GP DO JAPÃO!

Mark Webber, o triste, fechou a dobradinha. Grosjean, o quase, completa o pódio. Massa foi ultrapassado na última volta (oh Lord!) e terminou em péssimo, digo, décimo. Alonso valente e brigador cruza a linha em quarto, mantendo uma fresta de luz sobre o campeonato. Destaque para Hulkemberg (P6) e Gutierrez, que largou em 14º para terminar na P7.

As duas Williams só terminaram na frente de uma Marussia e uma Caterham (as outras duas bateram uma na outra logo na largada). Vergonha alheia total.

podioPódio com presença ilustre do tenor Plácido Domingos!

E o campeonato está assim: VET (297 ), ALO (207), RAI (177), HAM (161), WEB (148), ROS (126).

Em construtores, Red Bull (445), Ferrari (297), Mercedes (287), Lotus (264), McLaren (83), Force Índia (62), Sauber (45), STR (31) Williams (1, juro). Marussia e Caterham não pontuaram (ah vá!).

Próximo GP, provavelmente o que define o campeonato, vai ser na Índia, em 27 de outubro. Será que uma vaca vai entregar o troféu ao vencedor?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s