F1 2013: GP de Abu Dhabi

Vettel ‘brinca’, de novo, e vence a 7ª seguida. Só areia movediça é capaz de pará-lo?

Webber largou na frente, mas o canguru ficou ‘manco’ e terminou em 2º. Quem sabe ele consegue uma vitória antes de colocar o chinelo do aposentado?

Rosberg, em outra prova consistente, terminou em 3º. Grosejan, confirmando a boa fase, terminou em 4º.

Agora, os grandes destaques da corrida foram as Ferraris. Felipe Massa foi muito bem, até o 2º pit stop. Antes disso, o piloto brasileiro fez belas ultrapassagens e foi muito agressivo. Tão agressivo que os pneus, acabaram.  Já Alonso, poupou melhor o equipamento e escolheu uma estratégia de box melhor. Colocou pneus macios e deu uma pequena ‘escalada’. Chegou em 5º, pelo menos, até agora. Não é, Frank?

Lotus, paga o Räikkönen! Ele tá bravo porque não consegue comprar ‘Gold Label’ aos montes!

Próxima corrida: GP dos EUA, dia 17 de Novembro.

Pitaco do Frank: A bela paisagem de Abu Dhabi deixou os pilotos um tanto quanto agressivos:

Na saída dos boxes, Alonso, no embalo, dividiu reta, curva, sorte, noiva russa, bilhete de loteria e tudo o que teve direito com Vergne (STR). Chegou mesmo a sair da pista, bater na zebra e soltar faísca. Logo atrás, Massa freou tudo e mais um pouco para não provocar uma batida, indo dar um passeio na área de escape da curva, só para garantir. Por muito pouco não aconteceu um acidente bem feio. Devagar é que eles não estavam. Incidente a ser investigado após a corrida.

Hülkenberg também experimentou seu momento “tá todo mundo louco, oba”: passou NO MEIO de duas STR. A família do rapaz dispensa essa emoção.

Em outro trecho da corrida, Hamilton atacou Sutil, sem sucesso. É duro passar essa Force Índia. Na segunda tentativa, sucesso, mas não por muito tempo. O alemão deu o troço em cima do inglês. Nessa bagunça, abriram uma brecha por dentro, espaço perfeito para Massa, corajosamente, mergulhar e passar a Mercedes. Manobra ousada do brasileiro. Depois, passou Sutil, que acabou ultrapassado por Hamilton e, mais tarde, por Alonso.

Por fim, Kimi Räikkönen até tinha conseguido uma boa posição no grid, no entanto, os fiscais da FIA descobriram que a asa frontal flexionava mais que o permitido. A equipe alega a quebra de uma peça de sustentação. Lá atrás largou e, na primeira curva abandonou, com a suspensão quebrada. Sem pagamento, sem grid, sem suspensão, sem corrida. Tudo errado com nosso Iceman. Vai afogar as mágoas no picolé.

Não posso terminar o pitaco sem citar a parada do Massa: No  último pit stop, o mecânico engasgou para colocar a roda dianteira esquerda. De novo. Alguém consegue contar quantas vezes erraram nas paradas no brasileiro, sem patriotada? O lado bom é que, pelo menos, ESSE tormento vai acabar.

Massa

Massa, em suas últimas corrida com o cavalinho rampante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s