F1 2012: GP de Mônaco

E um novo record é estabelecido no principado: Em 63 anos de história de F1 é a primeira vez que 6 pilotos diferentes vencem as 6 primeiras provas. A corrida foi a procissão de sempre, mas, ‘melada’ pela garoa no final.

Webber: O Canguru boy herdou a pole e venceu de ponta a ponta. Segunda vitória do australiano em Mônaco, que agora, entra na briga pelas atenções na Red Bull.

Rosberg: Confirmou que a Mercedes tinha um bom carro esse fim de semana. Largou e chegou em segundo, aumentando assim, o ‘banho’ no tio Schumacher.

 Alonso: Com uma Ferrari incrivelmente bem acertada e com o ‘braço’ que tem, chegou em terceiro. Reassumiu a ponta no campeonato.

Vettel: Largou em décimo, tentou dar o ‘pulo do gato’ sendo o último dos primeiros a parar. A estratégia não deu certo. Volta para casa em quarto na prova e com a vice-liderança do campeonato.

Hamilton: O inglês foi a salvação da lavoura da Mclaren: Fim de semana nada espetacular, mas um honroso quinto lugar. Rimou!

Massa: Esse foi, disparado, o melhor fim de semana dele. Lembrou, um pouco, aquele piloto de 2008. Andou bem perto dos 5 primeiros a maior parte da corrida. Chegou em sexto. Agora vai?

Bruno Senna: A Williams não tinha o melhor carro, então ficou na pista e esperou ver o que acontecia. Chegou em décimo. Um pontinho para ele. Maldonado? Deu ‘pancadão’ e abandonou.

Menções Honrosas: Button: Discreto o fim de semana inteiro. Perdeu a pontualidade, brigou no pelotão do meio e abandonou.

Kovalainen: Com um carro que é um espetáculo perto das outras nanicas, chegou em décimo segundo. Tem mais braço do que carro.

Grosenjan: Outra pancada na largada! Assim não dá.

Schumacher: Fez a pole, mas perdeu cinco posições e abandonou. Acho que, dessa, vez ele aposenta.

O Campeonato: Alonso 76 pts; Vettel 73 pts; Webber 73 pts; Hamilton 69 pts; Rosberg 59 pts; Raikkonen 51 pts e Button 45 pts; Senna 15 pts; Massa 10 pts

Os 6 vencedores: Button (Mclaren), Alonso (Ferrari), Rosberg (Mercedes), Vettel (Red Bull), Maldonado (Willliams) e Webber (Red Bull) Australiano Mark Webber largou na pole e venceu o Grande Prêmio de Mônaco  este aqui em cima. Foto: UOL

Próxima Prova: GP do Canadá, 10 de Junho.

F1 2011: Monte Carlo, Mônaco

Por Carlão

Ultrapassagens e batidas. Coisas que talvez, eu nunca tenha visto no principado, aconteceram hoje.

E que começaram logo na largada com Schumacher vindo para cima de Hamilton na curva do “grampo” e ultrapassando o inglês.

A segunda ultrapassagem: Massa passando o Rosberg na entrada do porto em um lance que o brasileiro perdeu uma das asas dianteiras.

Assim seguia o GP mais parado da temporada, em tese. Aí, um cidadão merece capítulo especial: Lewis Hamilton

O inglês colocou a “faca nos dentes” e foi para cima de todo mundo, até demais, eu diria.

Com Massa em oitavo e ele em nono, Hamilton jogou o carro para cima de Massa quebrando a Ferrari. Forçando, assim, o abandono do brasileiro. Esse fato obrigou a entrada do primeiro Safety Car. O fato também gerou uma punição a Hamilton

Lá na frente Vettel, com apenas uma parada, começava a ser pressionado por Alonso e Button que tinham pneus em melhores condições que o alemão.

Enquanto isso, lá atrás… outra grande batida com a ilustre participação de Hamilton: Alguesuari bateu na traseira do inglês e acabou sobrando para Petrov, que bateu feio. O russo precisou ser atendido pela equipe médica provocando a interrupção da prova.

E ai a grande polêmica: Carros parados esperando o reinicio da prova, Vettel e Alonso com pneus em um estado ruim. E não é que a Ferrari e a Red Bull foram autorizadas a trocar os pneus dos dois! Pode isso, Arnaldo?

Ai a graça da corrida acabou, mas ainda deu tempo de Hamilton encher a traseira do Maldonado pondo fim a bela corrida do venezuelano.

Precisa colocar quem venceu? Vettel em primeiro, com Alonso em segundo e Button em terceiro. Só sei que os comissários acabaram com a graça da disputa pela liderança com aquela troca de pneus relâmpago.

Por fim, a corrida foi muito mais legal do que imaginávamos, mas ela poderia ter um tempero mais especial.

O campeonato: Vettel 143 pts; monte Everest… Hamilton 85 pts; Webber 79; Button 76; Alonso 69; Massa 24

Ah o Rubinho.. avisa para ele que dessa vez, o jardineiro não cortou a grama.

Próxima corrida: GP do Canadá dia 12 de Junho.

F1 2010: GP de Mônaco

GP de Mônaco. Aquilo de sempre, ou seja, uma procissão charmosa. Ninguém passa ninguém.

Pontos interessantes da prova:

Alonso tendo que largar dos boxes porque bateu no treino e teve que trocar o chassi do seu carro.

Pancadão de Hulkenberg da Williams na primeira volta, logo na saída do túnel fazendo com que o safety car entrasse na pista e com isso Alonso usou a estratégia e parou para trocar o pneu primeiro e conseguir uma honrosa sétima posição, no final.

Schumacher na última volta aproveitando a desatenção do espanhol da Ferrari, após outro carro de segurança conseguindo a ultrapassagem.

Di Grassi conseguindo segurar Alonso

Quem venceu? Webber com dobradinha da Red Bull.

Rubinho deu outro pancadão no guard rail e ficou fora da prova

Me Sigam: www.twitter.com/carlaojr

Os 10 primeiros

 
1 6 Mark Webber RBR-Renault 78 Winner 1 25
2 5 Sebastian Vettel RBR-Renault 78 +0.4 secs 3 18
3 11 Robert Kubica Renault 78 +1.6 secs 2 15
4 7 Felipe Massa Ferrari 78 +2.6 secs 4 12
5 2 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 78 +4.3 secs 5 10
6 3 Michael Schumacher Mercedes GP 78 +5.7 secs 7 8
7 8 Fernando Alonso Ferrari 78 +6.3 secs 24 6
8 4 Nico Rosberg Mercedes GP 78 +6.6 secs 6 4
9 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 78 +6.9 secs 12 2
10 15 Vitantonio Liuzzi

O campeonato

 

 

01 Mark Webber 78
02 Sebastian Vettel 78
03 Fernando Alonso 73
04 Jenson Button 70
05 Felipe Massa 61
06 Robert Kubica 59
07 Lewis Hamilton 59
08 Nico Rosberg 54
09 Michael Schumacher 30
10 Adrian Sutil 18

Próxima corrida: dia 30 de Maio na Turquia

(Pitaco do Frank: Confesso que não assisti a corrida com a devida atenção, pois estava acompanhando a ultima rodada do Campeonato Italiano. Do que eu vi, posso dizer que Schummacher ousou, como nos velhos tempos, e ganhou uma posição de Alonso. O espanhol perdeu um pouco a linha no exato momento que o Safety Car deixava a carreata e, com isso, o alemão conseguiu ultrapassar. O caso ainda está sendo investigado, mas só pela atitude de Schummacher, já valeu a pena.

No mais, a Red Bull vem trabalhando direitinho. Vai, no mínimo, dar trabalho para a Ferrari.

Ah… Hey, Rubinho… não precisava ter jogado o volante no meio da pista. Atitude antidesportiva e, mais do que isso, muito irresponsável. Se passa um carro ali e acerta a peça, poderia causar um acidente mais grave)

Fonte das classificações: f1.com