Especial Houdini- pt03

O fim de uma era: A era Houdini

Importante: Ler a piada pelo final não tem graça, logo, clique aqui para ler o começo da trilogia e aqui, para ler a segunda parte

Houdini participou de cinco grandes filmes mudos até o ano de 1923. Ele é o único mágico da história que estrelou em cinco filmes. Ele também escreveu muitos deles. Seus filmes incluíram “The Master Mystery”, “The Grim Game”, “Terror Island” e “The Man From Beyond”. Houdini recebeu uma das primeiras estrelas na Calçada da Fama de Hollywood por suas contribuições para a indústria cinematográfica. A estrela tem um lugar privilegiado em frente ao famoso Teatro Chinês.
Temos aqui mais um vídeo, mostrando a habilidade de Houdini para o escapismo:


Houdini era um mágico por completo. Mas tudo tem que acabar um dia. E esse dia chegou. Aliás, esses dias chegaram…

22 de Outubro de 1926, Houdini estava se apresentando em Montreal no Pincess Theather e um jovem atleta adentrou seu camarim, desafiando-o a agüentar socos no estômago, como havia sido divulgado. Houdini, claro, aceitou o desafio, porém o jovem desferiu os golpes antes que Houdini estivesse completamente concentrado e preparado. Seu apêndice foi rompido e ele não percebeu. Fz mais alguns shows em Montreal e então se dirigiu para Detroit. Após sua primeira performance lá, Houdini entrou em colapso e foi levado para o hospital. Faleceu em 31 de outubro de 1926, de peritonite.

Houdini foi pioneiro e revolucionou a arte do Ilusionismo. Muitos mágicos literalmente fizeram carreira imitando e tentando superar Houdini. Ninguém, até hoje, conseguiu. Muitos morreram tentando se igualar ao maior de todos. Que a arte do Ilusionismo perdure por muitos anos, ludibriando os mais espertos, surpreendendo os mais desatentos, ultrapassando os limites do impossível.

In memorian Harry Houdini.